Busca avançada
Ano de início
Entree

Síntese e caracterização de materiais híbridos baseados em hidróxidos duplos lamelares e espécies orgânicas bioativas

Processo: 12/06291-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2012
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Inorgânica
Pesquisador responsável:Vera Regina Leopoldo Constantino
Beneficiário:Caroline Silva de Matos
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/50318-1 - Desenvolvimento de compostos com interesse farmacológico ou medicinal e de sistemas para seu transporte, detecção e reconhecimento no meio biológico, AP.TEM
Assunto(s):Química de intercalação   Hidróxidos duplos lamelares   Compostos inorgânicos   Portadores de fármacos   Difração por raios X

Resumo

A química de intercalação é uma área na qual o desenvolvimento de materiais de interesse farmacológico tem sido crescentemente explorado. Neste contexto, os hidróxidos duplos lamelares (HDLs) surgem como carregadores potenciais nos quais espécies aniônicas de interesse biológico podem ser confinadas. Os HDLs apresentam várias características requeridas para um bom veículo terapêutico, ressaltando-se a biocompatibilidade e a biodegradabilidade. Além desses importantes requisitos, os HDLs podem promover a liberação controlada da espécie confinada, dada sua susceptibilidade a variações de pH e a gama de possibilidades de íons que podem ser intercalados. Este projeto de pesquisa objetiva o estudo das condições de síntese e a caracterização química, estrutural e espectroscópica de HDLs de composição M2+/Al3+ (onde M = Mg ou Zn) e razão molar igual a 3, intercalados com ânions derivados dos ácidos fólico, carmínico e rosmarínico (cujas propriedades permitem aplicações farmacológicas interessantes). Para tal, as sínteses serão realizadas utilizando-se do método da co-precipitação em pH constante, partindo-se dos cloretos dos íons metálicos e da solução aquosa do ânion a ser intercalado, verificando-se a influência do pH, tempo de reação e da razão entre ânion/Al3+ sobre os materiais obtidos. Após a síntese, os materiais poderão passar por tratamento térmico para depois serem isolados. Os materiais obtidos serão caracterizados por difratometria de raios X, análises elementar e térmica, espectroscopia vibracional e medidas de tamanho de partículas e potencial Zeta. (AU)