Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do trabalho noturno nos ritmos circadianos de marcadores do processo inflamatório

Processo: 11/12379-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2012
Vigência (Término): 30 de junho de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Pesquisador responsável:Claudia Roberta de Castro Moreno
Beneficiário:Leana Gonçalves Araujo
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Dor   Doenças ocupacionais   Cronobiologia   Fadiga   Inflamação

Resumo

Introdução: Em conseqüência do trabalho noturno, ocorre a perda das relações temporais de fase entre os ritmos biológicos e os ciclos ambientais, ou seja, a dessincronização dos ritmos biológicos. Esta perda da ordem temporal interna resulta em alterações fisiopatológicas. Objetivo: O presente estudo tem o objetivo de avaliar os efeitos do turno noturno no ritmo circadiano de citocinas inflamatórias. Material e Métodos: Trata-se de um estudo transversal, que será realizado em uma empresa do setor de bebidas na cidade de Uberlândia-MG. Na primeira etapa do estudo serão avaliados por meio de questionário, em 232 trabalhadores de linha de produção e operadores de máquinas, os dados sociodemográficos, condições de vida e lazer, condições e organização do trabalho, morbidades, sintomas osteomusculares, fadiga, sonolência excessiva e dados antropométricos. A partir de critérios de inclusão, 20 voluntários do turno diurno e 20 do turno noturno serão selecionados para a segunda etapa. Esses sujeitos serão acompanhados por sete dias (segunda-feira a domingo), nos quais serão coletados dados referentes ao padrão de sono e vigília por meio de actímetros e protocolos de atividades diárias. Nos últimos dois dias de trabalho semanal (quinta-feira e sexta-feira) e um dia de folga (sábado), dados dos ritmos biológicos serão coletados em intervalos de três horas, iniciando ao acordar e a última coleta antes de dormir: melatonina, citocinas inflamatórias (IL-1², IL-6 e TNF-±), cortisol, sonolência, fadiga e dor. Após realizar o teste de normalidade de Kolmogorov Smirnov, será realizada a análise descritiva, por meio de freqüências absolutas e relativas, média e desvio-padrão ou mediana e percentil. A fim de comparar os grupos, será aplicado o teste t Student ou o teste de Mann Whitney. Além disso, será utilizado o teste Qui-Quadrado de Pearson, correlação de Pearson e teste de Odds Ratio (OR). Somente a variáveis que apresentarem pd 0,05 serão incluídas no modelo de regressão linear e logística. Na segunda etapa da análise, será aplicado o método do Cosinor e análise de variância de medidas repetidas (ANOVA) de um fator. Em caso de significância estatística, um teste post-hoc de Tukey será aplicado. O poder de teste adotado será de 80% e o nível de significância será o de ±d 0,05.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)