Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo fotoluminescente de cristais porosos do tipo MOFs Cu3BTC2 com íons terras raras

Processo: 11/19352-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2012
Vigência (Término): 31 de julho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Inorgânica
Pesquisador responsável:Hermi Felinto de Brito
Beneficiário:Danilo Mustafa
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):13/13060-1 - Mesoestruturas luminescentes de hidróxidos duplos lamelares (LDH) com sensibilizadores orgânicos adsorvidos por troca iônica, BE.EP.PD
Assunto(s):Troca iônica   Terras raras

Resumo

Os materiais luminescentes à base de terras raras (TR3+) exibem cores de emissão monocromáticas e, geralmente, apresentam altos rendimentos quânticos. Os íons TR3+ têm bandas de emissão extremamente finas oriundas de transições intraconfiguracionais 4f-4f, mantendo em grande parte seu caráter atômico. Este projeto consiste na preparação e estudo da fotoluminescência de cristais porosos de Cu3(BTC=1,3,5-benzene-tricarboxylic-acid)2 - Metal Organic Frameworks (MOFs) com H3PW12O40 (ácido fosfotúngstico - HPA) e íons terras raras trivalentes (TR3+ = Sm3+, Eu3+, Gd3+, Tb3+ e Tm3+). Os íons TR3+ serão incorporados ao Cu3BTC2 por difusão através dos poros do material até a cavidade principal da estrutura que contém o heteropoliácidos do tipo Keggin (HPA), onde ocorre a troca iônica. Estes sistemas fazem parte de uma importante classe de compostos utilizados no desenvolvimento de materiais luminescentes avançados e aplicações fotônicas, como marcadores ópticos, dispositivos moleculares conversores de luz (DMCLs). Estes novos materiais luminescentes proporcionam diferentes características conduzindo a uma grande flexibilidade das estruturas, e conseqüentemente, bastante versáteis quanto às suas propriedades ópticas. Neste projeto serão investigadas as propriedades espectroscópicas dos materiais luminescentes com base: i) na estrutura dos níveis de energia dos íons TR; ii) nos processos de transferência de energia e/ou de carga e iii) nas propriedades ópticas - tempos de vida, rendimentos quânticos de emissão e parâmetros de intensidades experimentais.