Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo dos genes e microRNA relacionados à transição epitélio-mesenquimal no adenocarcinoma de próstata

Processo: 12/02267-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de maio de 2012
Vigência (Término): 31 de maio de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Kátia Ramos Moreira Leite
Beneficiário:Betina Stifelman Katz
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Urologia   Neoplasias da próstata   Adenocarcinoma   Expressão gênica   MicroRNAs   Transição epitelial-mesenquimal   Prostatectomia

Resumo

O câncer de próstata é o tumor mais comum em homens e a segunda causa de óbito por câncer no Brasil. Embora a maioria dos pacientes com câncer de próstata apresente doença localizada, 5% dos pacientes apresentam doença metastática no momento do diagnóstico. A compreensão de mecanismos relacionados à progressão desses tumores é de grande importância, sendo o conhecimento do processo denominado transição epitélio-mesenquimal fundamental. A Transição Epitélio-Mesenquimal (TEM) é um programa biológico celular reversível no qual a célula epitelial perde a capacidade de aderência intercelular e assume um fenótipo mesenquimal. A TEM participa da carcinogênese levando à aquisição do comportamento invasivo e metastático de uma neoplasia. A principal característica da TEM consiste na repressão do gene da E-caderina através de fatores de transcrição que incluem o SNAIL (SNAI1), SLUG (SNAI2), ZEB1, ZEB2, E47 e Twist, a qual resulta na dissociação das células tumorais promovendo metástase. Acredita-se que outro importante regulador da TEM sejam os miRNAs, sendo a família do miR-200 a mais estudada por ser uma potente indutora da diferenciação epitelial capaz de reverter a TEM. O miR-200 participa de uma via sinalizadora que envolve a família do ZEB, e ambos apresentam funções opostas formando uma alça com feedback duplamente negativo. Essa alça tem papel na TEM, e acredita-se que seja um pré-requisito crucial para a progressão tumoral. No câncer de próstata, a função da alça ZEB/miR-200 ainda permanece incerta. Sabe-se que tumores mais agressivos apresentam níveis elevados do ZEB1, porém o conhecimento sobre o miR-200 na TEM é muito limitado. Assim sendo, a escassez de dados sobre este tema e a sua relevância para a progressão tumoral tornam necessária uma investigação mais ampla e completa dos fatores envolvidos na TEM, incluindo os miRNAs, no câncer de próstata. Objetivos: Análise da expressão dos genes e microRNAs envolvidos no processo de transição epitélio-mesenquimal em espécimes de câncer de próstata localizado de pacientes submetidos à prostatectomia radical e correlação do perfil de expressão dos genes e microRNAs com graduação histológica de Gleason, estadiamento patológico e recidiva bioquímica. Material e Métodos: Cinquenta e seis pacientes com câncer de próstata localizado tratados por prostatectomia radical entre os anos 2000 e 2002 serão incluídos no trabalho. Dos espécimes cirúrgicos recebidos a fresco áreas suspeitas foram retiradas e armazenadas em nitrogênio líquido a -170ºC, sendo o restante fixado em formol 10% tamponado e enviado para exame anatomopatológico. Todos os pacientes tinham doença localizada quando submetidos à cirurgia e apresentavam escores de Gleason que variavam de d 6 a 10. A expressão dos genes E-Caderina, Caderina-11, N-Caderina, TGF², SNAIL, ZEB e SNUD e a expressão dos microRNAs 21, 155, 17-92, 7, 15a, 16, 34, 10b, 373, 520c, 126, 335 e 200 serão analisadas. Para tal, do tecido obtido serão realizadas extração de RNA, extração de miRNA, síntese de cDNA para análise de expressão dos genes e síntese de cDNA para análise de expressão dos miRNA. Como controle, estudaremos 11 tecidos prostáticos benignos provenientes de glândulas hiperplásicas. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
KATZ, Betina Stifelman. Estudo dos genes e microRNAs relacionados à transição epitélio-mesenquimal no adenocarcinoma de próstata. 2014. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.