Busca avançada
Ano de início
Entree

Validação de modelo de ciclagens de pH para estimar o potencial de produtos fluoretados na redução da desmineralização do esmalte decíduo

Processo: 12/03105-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2012
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontologia Social e Preventiva
Pesquisador responsável:Cinthia Pereira Machado Tabchoury
Beneficiário:Marilia Mattar de Amoêdo Campos Velo
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Desmineralização do dente   Esmalte dentário   Dentifrício fluorado   Cárie dentária   Fluoretos

Resumo

O esmalte de dentes decíduos apresenta mais carbonato em sua composição e uma camada mais fina, sendo assim a progressão da lesão cariosa é mais rápida do que no esmalte de dentes permanentes. Desta forma, é importante que um modelo in vitro de ciclagem de pH considere estas diferenças e seja validado em relação ao efeito dose-resposta do flúor na desmineralização dental. Assim, o objetivo do presente projeto será validar um modelo in vitro de ciclagem de pH para estudo da desmineralização do esmalte de dente decíduo, avaliando o efeito dose-resposta do flúor. Serão utilizados dentes decíduos esfoliados hígidos (molares e incisivos), os quais serão mantidos em formol 2% pH 7,0, por pelo menos 30 dias. Então, blocos de esmalte (3 X 3 X 2 mm) planificados e polidos apenas na área central serão obtidos. A dureza de superfície inicial destes espécimes será determinada para seleção dos mesmos e para calcular a perda de dureza de superfície após a ciclagem de pH e tratamentos. Para isso, serão realizadas 3 endentações nos blocos dentais e os critérios de seleção serão baseados na média e desvio padrão da dureza de cada bloco. O estudo terá duração de 10 dias e diariamente, durante a ciclagem de pH, os blocos dentais serão expostos à solução desmineralizante (2,0 mM de cálcio, 2,0 mM de fosfato, 0,030 ppm F, em tampão acetato 75 mM, pH 4,3) por 4 horas (6,25 mL/mm²) e à solução remineralizante (1,5 mM de cálcio, fosfato de 0,9 mM, KCl 150 mM, 0,050 ppm F em solução tampão cacodilato 20 mM, pH 7,4) por 20 horas (3,12 mL/mm²). A imersão dos blocos dentais nas soluções des e remineralizante será a 37°C. Em acréscimo, os blocos dentais serão submetidos aos seguintes tratamentos antes e após imersão na solução desmineralizante: água destilada deionizada (grupo controle negativo); soluções fluoretadas contendo 35, 70, 140, 280 e 560 µg F/mL. Ao final do experimento, a dureza de superfície de todos os blocos será novamente avaliada. A dureza do esmalte seccionado longitudinalmente também será determinada para avaliar a progressão da lesão cariosa. As soluções des e remineralizante serão avaliadas quanto à concentração de F. Em acréscimo, o flúor fortemente ligado (fluorapatita, FA) será determinado no esmalte dos blocos dentais após extração ácida. Este modelo in vitro de ciclagem de pH também será avaliado utilizando dentifrícios disponíveis no mercado e as mesmas análises descritas anteriormente serão também realizadas. As variáveis de resposta serão submetidas a uma análise estatística exploratória, a partir da qual será aplicado um teste apropriado, considerando o modelo experimental empregado. Para essas análises, será estabelecido um limite de significância de 5%. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE AMOEDO CAMPOS VELO, MARILIA MATTAR; MACHADO TABCHOURY, CINTHIA PEREIRA; ROMAO, DAYSE ANDRADE; CURY, JAIME APARECIDO. Evaluation of low fluoride toothpaste using primary enamel and a validated pH-cycling model. International Journal of Paediatric Dentistry, v. 26, n. 6, p. 439-447, NOV 2016. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.