Busca avançada
Ano de início
Entree

Modelagem de distribuição geográfica potencial de comunidades de macrófitas aquáticas na Bacia Hidrográfica do Rio Itanhaém, litoral sul-paulista

Processo: 12/03507-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2012
Vigência (Término): 31 de maio de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Antonio Fernando Monteiro Camargo
Beneficiário:Leonardo Farage Cancian
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Ecossistemas aquáticos   Modelos lineares generalizados   Limnologia   Sistema de informação geográfica (SIG)

Resumo

O conhecimento da distribuição espacial dos organismos e as variáveis que influenciam essa distribuição são de grande importância para se compreender a ecologia das espécies assim como para elaboração de estratégias de conservação de biodiversidade e gestão ambiental. Nos últimos anos os algoritmos e softwares de modelagem têm sido muito empregados com o objetivo de se modelar a distribuição geográfica potencial de diferentes organismos fornecendo importantes informações a respeito da ecologia de espécies contribuindo assim para estratégias mais eficientes de manejo e conservação de espécies. No entanto essa abordagem é muito escassa em relação às comunidades vegetais aquáticas. Dessa forma o objetivo do presente estudo é elaborar modelos distribuição potencial de espécies de macrófitas aquáticas enraizadas submersas em uma bacia costeira do litoral sul-paulista e identificar as variáveis preditoras dessa distribuição. Será testada a hipótese de que além das variáveis limnológicas, a distribuição espacial de macrófitas aquáticas nos ambientes aquáticos também está relacionada à variáveis da paisagem. As espécies a serem modeladas são Egeria densa, Cabomba furcata e Potamogeton sp, espécies abundantes nos rios da bacia. O algoritmo de modelagem MAXENT será utilizado para a elaboração dos modelos de distribuição geográfica potencial. Os modelos obtidos serão avaliados e validados através de protocolos estatísticos e através de validação em campo. A relação entre a presença das macrófitas aquáticas nos rios e as variáveis químicas, físicas e da paisagem também será avaliada estatisticamente através de Modelos Lineares Generalizados (GLM).

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ATHAYDE, EDUARDO A.; CANCIAN, LEONARDO F.; VERDADE, LUCIANO M.; MORELLATO, LEONOR PATRICIA C. Functional and phylogenetic diversity of scattered trees in an agricultural landscape: Implications for conservation. AGRICULTURE ECOSYSTEMS & ENVIRONMENT, v. 199, p. 272-281, JAN 1 2015. Citações Web of Science: 8.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.