Busca avançada
Ano de início
Entree

Monitorização terapêutica agomelatina, sertralina e venlafaxina em pacientes deprimidos.

Processo: 12/03706-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 2012
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Análise Toxicológica
Pesquisador responsável:Regina Helena Costa Queiroz
Beneficiário:Bruna Cordeiro Santos de Moura
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Cromatografia líquida de alta pressão   Sertralina   Pacientes   Agomelatina   Depressão

Resumo

Atualmente, a quantidade de pacientes que são diagnosticados com alguma forma de depressão, entre elas, o transtorno depressivo maior, aumenta consideravelmente, quer seja em razão de diagnósticos mais precisos ou pela própria epidemiologia da doença. Acresça-se o fato de que muitos pacientes, apesar da quantidade de tipos de antidepressivos atualmente disponíveis para a terapêutica, são refratários ao tratamento prescrito, em razão dos efeitos colaterais apresentados, ou de seus efeitos tóxicos, ou ainda em razão de simplesmente não se observar melhora com a prescrição seguida. Em razão disso, novos tratamentos farmacológicos são disponibilizados, entre eles: a agomelatina, um agonista dos receptores da melatonina MT1 e MT2, ao mesmo que se comporta como antagonista dos receptores serotoninérgicos 5-HT2C; a sertralina, o mais potente e seletivo entre os inibidores da recaptação da serotonina; e a venlafaxina, um potente e ativo inibidor da recaptação de aminas no neurônio pré-sináptico. Para auxiliar na máxima eficácia em sua utilização, esse trabalho propõe o desenvolvimento e validação da análise de agomelatina, sertralina e venlafaxina em plasma humano por cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC), por meio de extração líquido-líquido e detecção por UV, para posteriormente ser aplicada na monitorização de pacientes depressivos; principalmente para a Agomelatina, que é um antidepressivo de uso muito recente, e a metodologia analítica é praticamente inexistente.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MOURA, Bruna Cordeiro Santos de. Monitorização terapêutica da agomelatina, sertralina e venlafaxina. 2014. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (PCARP/BC) Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.