Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação de Plasmodium spp. em primatas neotropicais e em anofelinos em municípios da ilha de São Luís e no município de Imperatriz, Estado do Maranhão

Processo: 12/03961-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2012
Vigência (Término): 30 de abril de 2015
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Rosangela Zacarias Machado
Beneficiário:Mayra Araguaia Pereira Figueiredo
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Sorologia   Primatas   Imunoparasitologia   Anopheles   Reação em cadeia por polimerase (PCR)

Resumo

O Brasil registra cerca de 40% dos casos de malária na América e os Estados que compõem a Amazônia Legal respondem por 99% dos casos no país. No Estado do Maranhão a malária é a endemia de maior impacto e tem como principais vetores de plasmódio Anopheles darlingi, em todo o Estado, e Anopheles aquasalis, no litoral. Dessa forma, objetiva-se identificar Plasmodium spp. em primatas neotropicais e em anofelinos em municípios da Ilha de São Luís e no município de Imperatriz, Estado do Maranhão, Brasil. Para diagnóstico do parasita no sangue dos primatas serão utilizadas as técnicas : microscopia, como a gota espessa, que permite a diferenciação específica dos parasitos e de seus estádios de desenvolvimento no sangue periférico, devido a sua alta concentração de sangue; e o esfregaço sanguíneo, que possibilita a melhor visualização das estruturas do parasito e das alterações características do eritrócito parasitado; imunocromatográfico comercial, que identifica antígenos de P. falciparum e/ou antígenos das outras três espécies que infectam o homem, P. ovale, P. malariae, P. vivax. E para detecção e frequência de anticorpos anti-Plasmodium spp. em primatas de vida livre e de cativeiro, serão usadas as técnicas de imunofluorescência indireta (RIFI) e de ensaio imunoenzimático indireto (ELISA-teste), cujo antígeno será preparado a partir de roptrias de P. falciparum mantido em cultura, no Laboratório de Imunoparasitologia da FCAV/Unesp, Câmpus de Jaboticabal. O diagnóstico molecular será utilizado para detecção do parasita, no sangue do primata e no anofelino, por meio da reação em cadeia da polimerase (PCR) convencional, que permite a identificação específica, e pela PCR em tempo real, que permite quantificar o DNA do parasita, além da amplificação mediada por circuito isotérmico (em inglês LAMP), em decorrência da baixa parasitemia das amostras e por estas duas últimas técnicas serem muito sensíveis. Espera-se como resultado identificar as espécies de Plasmodium existentes em reservatórios e vetores no Estado do Maranhão, Brasil.

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PEREIRA FIGUEIREDO, MAYRA ARAGUAIA; DI SANTI, SILVIA MARIA; MANRIQUE, WILSON GOMEZ; ANDRE, MARCOS ROGERIO; MACHADO, ROSANGELA ZACARIAS. Serological and molecular techniques applied for identification of Plasmodium spp. in blood samples from nonhuman primates. Revista Brasileira de Parasitologia Veterinária, v. 27, n. 3, p. 363-376, JUL-SEP 2018. Citações Web of Science: 0.
PEREIRA FIGUEIREDO, MAYRA ARAGUAIA; DI SANTI, SILVIA MARIA; MANRIQUE, WILSON GOMEZ; ANDRE, MARCOS ROGERIO; MACHADO, ROSANGELA ZACARIAS. Identification of Plasmodium spp. in Neotropical primates of Maranhense Amazon in Northeast Brazil. PLoS One, v. 12, n. 8 AUG 10 2017. Citações Web of Science: 5.
PEREIRA FIGUEIREDO, MAYRA ARAGUAIA; DI SANTI, SILVIA MARIA; MANRIQUE, WILSON GOMEZ; GONCALVES, LUIZ RICARDO; ANDRE, MARCOS ROGERIO; MACHADO, ROSANGELA ZACARIAS. Molecular identification of Plasmodium spp. and blood meal sources of anophelines in environmental reserves on Sao LuIs Island, state of Maranhao, Brazil. PARASITES & VECTORS, v. 10, APR 26 2017. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.