Busca avançada
Ano de início
Entree

Afinando cruzamentos: ler romances na França, em Portugal e no Brasil em meados do Século XIX (1830-1870)

Processo: 12/04515-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2012
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2013
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Teoria Literária
Pesquisador responsável:Márcia Azevedo de Abreu
Beneficiário:Mariana Teixeira Marques
Instituição-sede: Instituto de Estudos da Linguagem (IEL). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/07342-9 - A circulação transatlântica dos impressos: a globalização da cultura no século XIX, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):12/20083-5 - Afinando cruzamentos: ler romances na França, em Portugal e no Brasil em meados do século XIX (1830-1870), BE.EP.PD
Assunto(s):Romance   Crítica literária

Resumo

Este projeto se insere no contexto mais amplo dos estudos acerca da história dos caminhos tomados pelo gênero romance em suas diversas travessias entre a Europa e o Brasil durante o século XIX. Neste sentido, o estudo proposto tem, inicialmente, quatro objetivos precisos. O primeiro é estritamente quantitativo e se refere ao estabelecimento, através da pesquisa em diferentes acervos, de um inventário dos romances de maior circulação na França, em Portugal e no Brasil entre as décadas de 1830 e 1870. O segundo objetivo, imediatamente atrelado a este, se refere à investigação e à análise qualitativa dos critérios de avaliação destes romances, considerando-se, sobretudo, a produção posteriormente vista como "canônica", através do estudo da fortuna crítica que acompanha estas publicações, especialmente em periódicos. Em terceiro lugar, interessa identificar, por meio do inventário organizado na primeira etapa, as preferências do público leitor, assim como estabelecer comparações entre os critérios de julgamento na recepção destes romances durante o período mencionado nos três mercados livreiros em questão - o francês, o português e o brasileiro. Como último objetivo, interessa observar como estes argumentos se relacionam com as ideias acerca da literatura e da leitura em cada contexto nacional. Colocados em perspectiva, os pontos de vista particulares às literaturas locais adquirem novos sentidos comuns e podem informar a respeito da consolidação do romance como gênero da modernidade dos dois lados do Atlântico. (AU)