Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do eventual envolvimento da apoptose e fosforilação da histona H2AX na atividade quimiopreventiva da tributirina em diferentes etapas da hepatocarcinogênese em ratos.

Processo: 12/04760-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Bioquímica da Nutrição
Pesquisador responsável:Fernando Salvador Moreno
Beneficiário:Laura Helena Gasparini Fernandes
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Tributirina   Transformação celular neoplásica   Quimioprevenção   Apoptose

Resumo

O câncer de fígado é responsável por milhões de mortes anualmente sendo a quimioprevenção considerada medida importante e essencial para o controle desta doença. Assim, a quimioprevenção pode ser definida pela administração de um ou mais compostos durante as etapas iniciais pré-neoplásicas da carcinogênese.Tributirina (TB), pró-fármaco do acido butirico (AB), presente na gordura do leite e no mel, quando administrada a ratos Wistar continuamente durante as etapas de iniciação e promoção ou somente durante a promoção atuou como quimiopreventivo promissor da hepatocarcinogênese. Em ambos os experimentos notou-se que a administração de TB resultou em hiperacetilação da histona H3K9 hepática especificamente em lesões pré-neoplásicas (LPN), bem como aumentou a expressão da proteína p21, efeitos que podem estar associados com atividade inibitória da enzima desacetilase de histonas (HDACs). Além disso, em ambos os experimentos a TB induziu a apoptose especificamente nas LPN hepáticas. Inibidores de desacetilase de histonas (HDACi) têm sido estudados como potenciais agentes anti-neoplásicos. Estes compostos são capazes de modular mecanismos epigenéticos, como acetilação e metilação de histonas, que podem contribuir para o controle da expressão gênica desregulada na carcinogênese. Recentemente, identificou-se que HDACi também podem atuar na manutenção da fosforilação de H2AX, modificação epigenética que pode estar associada a indução de apoptose.Assim, pretende-se neste estudo avaliar se a atividade quimiopreventiva da TB estaria relacionada à indução de apoptose via ativação de caspase-3 e, ainda, se o mecanismo epigenético de fosforilação da H2AX poderia estar relacionado a este evento.