Busca avançada
Ano de início
Entree

Espodossolos sob campos nativos nas reservas naturais de Linhares, es: um enfoque sedimentológico-pedológico, com ênfase em minerais pesados

Processo: 12/05731-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2012
Vigência (Término): 30 de abril de 2013
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Paulo César Fonseca Giannini
Beneficiário:Fernanda Costa Gonçalves Rodrigues
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IGC). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/00995-7 - Estudos paleoambientais interdisciplinares na costa do Espírito Santo, AP.PFPMCG.TEM
Assunto(s):Espodossolos   Minerais pesados   Sedimentologia   Espírito Santo

Resumo

Este projeto tem o intuito de estudar a distribuição espacial, a estrutura, a textura e mineralogia e, por fim, a origem dos Espodossolos que ocorrem sobre a Formação Barreiras, em meio a Mata Atlântica preservada nas reservas naturais de Linhares, nordeste do Espírito Santo. A abordagem pretendida baseia-se na integração entre técnicas sedimentológicas, como granulometria e minerais pesados, e análises geoquímicas, isotópicas e micromorfológicas usuais em estudos pedológicos. Os Espodossolos em questão ocorrem sob manchas de vegetação campestre ("muçununga" ou "campos nativos"), cercadas por floresta de tabuleiros, esta geralmente desenvolvida sobre Argissolo Amarelo. O foco do estudo de minerais pesados pretendido incidirá sobre a variação quantitativa da assembleia e sobre os indícios texturais de dissolução química, ao longo de perfis de solo verticais. Constituirá, portanto, oportunidade de aprofundar a discussão sobre o efeito do intemperismo na destruição in loco de minerais pesados quimicamente instáveis e suas implicações na geração de finos e de solutos, importantes nos processos pedogênicos.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.