Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da Expressão e Ação de Moléculas Citotóxicas nos Linfócitos T Durante a Evolução da Neurite Autoimune Experimental

Processo: 12/07133-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2012
Vigência (Término): 30 de abril de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Alessandro dos Santos Farias
Beneficiário:Renata Zanetti Morelli
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/18728-5 - Estudo do padrão migratório, efetor e regulador dos Linfócitos T auto-reativos, previamente transduzidos com GFP, nas doenças desmielinizantes experimentais, AP.JP
Assunto(s):Neuroimunologia

Resumo

A Neurite Experimental Autoimmune (EAN) é considerada o modelo experimental da síndrome de Guillain-Barré. A EAN é uma doença de caráter auto-imune caracterizada pela invasão de células monucleares no espaço endoneural. Células auto-reativas são ativadas e respondem contra componentes da mielina periférica. Essa resposta é mediada principalmente por linfócitos Th1 e/ou TH17. Apesar disso, não está claro como células T com função helper teriam a capacidade de começar o processo inflamatório. Nossos dados preliminares indicam que células encefalitogênicas e neuritogênicas expressam quantidades incomuns, para células T CD4+, de moléculas com ação citotóxica. Diante do exposto, é nosso objetivo nesse estudo avaliar a expressão e ação das moléculas citotóxicas durante a evolução clínica da EAN.