Busca avançada
Ano de início
Entree

Métodos para estimativa de mineralização e fracionamento do N orgânico em solos

Processo: 12/08458-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de maio de 2012
Vigência (Término): 31 de outubro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Paulo Cesar Ocheuze Trivelin
Beneficiário:Jussara de Fátima Pereira
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/14372-1 - Mineralização do nitrogênio do solo como parâmetro para adubação nitrogenada da cana-de-açúcar, AP.BIOEN.R
Assunto(s):Fertilizantes nitrogenados   Saccharum

Resumo

O projeto de auxílio à pesquisa (regular) submetido à FAPESP irá avaliar uma série de métodos de estimativa da disponibilidade de N em solos cultivados com cana-de-açúcar nas condições brasileiras. Os métodos que serão avaliados são de caráter biológico, químico e microbiológico. É essencial treinar e capacitar um técnico para atuar junto ao laboratório onde será desenvolvido do projeto, em virtude do volume de atividades e métodos que serão desenvolvidos. Futuramente, espera-se que algum dos índices seja empregado em condições de rotina em laboratório de análise de solos. O objetivo do projeto da bolsa de treinamento técnico será avaliar métodos para estimativa de mineralização de N em solos, com ênfase no fracionamento do N orgânico dos solos. Objetivos secundários são treinar e capacitar o técnico em questão, além de auxiliar diretamente na calibração dos equipamentos e métodos. Serão selecionadas ao menos 15 áreas experimentais conduzidas em condições de campo do Estado de São Paulo, envolvendo curvas de resposta da cana-de-açúcar ao N. Nessas áreas serão coletadas amostras de solo antes da aplicação do fertilizante nitrogenado. Nessas amostras serão desenvolvidos os seguintes testes: biológicos (incubação aeróbia), químico (fracionamento do N orgânico do solo) e microbiológico (mineralização-imobilização bruta pela técnica da diluição do isótopo 15N). Os resultados dos testes no solo serão correlacionados com a resposta da cana-de-açúcar à adubação nitrogenada obtidas nos sítios experimentais.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa: