Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise mitótica e meiótica de Cromossomos B encontrados em Prochilodus lineatus do Rio Mogi-Guaçu

Processo: 12/05759-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Fábio Porto-Foresti
Beneficiário:Aline Leão Valentim
Instituição-sede: Faculdade de Ciências (FC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Citogenética   Curimbatá   Meiose

Resumo

A espécie Prochilodus lineatus, popularmente conhecida como curimbatá, está amplamente distribuída na região neotropical, especialmente na bacia superior do rio Paraná. Estudos citogenéticos comprovaram que esta espécie apresenta um número diplóide de 54 cromossomos dos tipos metacêntricos e submetacêntricos, contendo uma variação de zero a nove cromossomos B. Estes cromossomos extras são caracterizados por serem heterocromáticos, os quais normalmente não apresentam homologia com os cromossomos do complemento A, e podem variar na frequência, tamanho e morfologia. Em P. lineatus foi constatado polimorfismo nos microcromossomos B, podendo ocorrer como acrocêntrico, metacêntrico e submetacêntrico. Além disso, atualmente há poucos estudos voltados para o comportamento meiótico de cromossomos B em peixes, o que torna extremamente importante a realização de estudos sobre a segregação meiótica destes elementos adicionais nas populações de peixes portadores. Diante disto, o presente trabalho tem como objetivo analisar o comportamento mitótico e meiótico dos microcromossomos B encontrados no curimbatá, provenientes do rio Mogi-Guaçu (Pirassununga, SP). Sendo assim, esses dados contribuirão para melhor entendimento da segregação destes elementos genômicos durante a formação das células gaméticas, as quais podem causar variações tanto na frequência quanto no padrão de transmissão, podendo alterar os meios de acúmulo e estabilidade na população em poucas gerações.