Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência do Sulfametoxazol-Trimetoprim na recorrência de retinocoroidite por Toxoplasma gondii

Processo: 12/04933-9
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2012
Vigência (Término): 31 de maio de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Rodrigo Pessoa Cavalcanti Lira
Beneficiário:Jaqueline Machado Toribio
Instituição Sede: Hospital de Clínicas (HC). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Oftalmologia   Coriorretinopatia de Birdshot   Toxoplasmose ocular   Toxoplasma gondii   Acuidade visual   Ensaio clínico   Microscopia   Lâmpada de fenda   Tonometria
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Retinocoroidite | Sulfametoxazol-trimetoprim | Toxoplasmose ocular | Oftalmologia

Resumo

O protozoário Toxoplasma gondii é um parasita intracelular obrigatório, sendo uma das causas mais comuns de inflamação intraocular no mundo. O tratamento da toxoplasmose é feito com drogas do grupo das sulfonamidas, as quais atuam sobre as formas taquizoítas, preservando os bradizoítas, que ao se mutiplicarem a partir de focos latentes, são responsáveis pelos quadros de recorrência. Nosso estudo tem como objetivo determinar o efeito da terapia profilática com Sulfametoxazol-Trimetroprim sobre as recorrências de retinocoroidite por Toxoplasma gondii. Trata-se de um ensaio clínico aleatorizado, duplo-mascarado, em pacientes com quadro ocular de retinocoroidite aguda por Toxoplasma gondii. A população do estudo consistirá de pacientes acompanhados no ambulatório de Oftalmologia da Universidade Estadual de Campinas, que apresentem quadro compatível com diagnóstico de Toxoplasmose ocular recidivado. Serão incluídos voluntários com diagnóstico prévio presumido de coriorretinite por Toxoplasma gondii, que manifestem lesões ativas compatíveis com recidiva. Após o tratamento de fase aguda de todos os pacientes [1 comprimido de Sulfametoxazol-trimetroprim (800/160mg) 12/12h, durante 45 dias], os mesmos (estratificados por gênero) serão aleatorizados na razão 1:1 entre o grupo 1 (tratamento profilático com 1 comprimido de Sulfametoxazol-trimetroprim em dias alternados) ou grupo 2 (placebo constituído por 1 comprimido sem princípio ativo, com amido como excipiente, de aspecto semelhante ao Sulfametoxazol-trimetroprim, 1 vez ao dia, em dias alternados). A definição adotada de paciente com episódio de coriorretinite recidivada por toxoplasmose é a presença de cicatrizes antigas de coriorretinite, associadas a lesões satélites ativos de coriorretinite com IgG positivo e IgM negativo para toxoplasmose. A captação de pacientes ocorrerá através da procura espontânea dos pacientes ao nosso serviço, pacientes encaminhados ao serviço de Retina/Uveítes ou Urgência oftalmológica, bem como por meio de busca ativa de casos novos nos serviços de atenção primária e secundária na respectiva DRS. Os pacientes do estudo serão submetidos a testes de acuidade visual, ao exame biomicroscópico, tonometria, retinografia e oftalmoscopia indireta. Em cada estudo, os pacientes serão aleatorizados em blocos de 4 (dois do grupo I e dois do grupo II) com estratificação por gênero. O outcome principal é a incidência de episódios de recidiva de coriorretinite por toxoplasmose no follow up de 12 meses. Foi planejada uma amostra mínima de 140 pacientes (70 no grupo I e 70 no grupo II). Assumindo-se uma incidência de 6% de recorrência no grupo A esta amostra terá um poder 80% de detectar uma diferença de 18% entre os grupos. Os resultados desta análise serão considerados significantes se p < 0,05.(AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)