Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do potencial genotóxico da poluição atmosférica em trabalhadores expostos às emissões veiculares da AV. Radial Leste, São Paulo

Processo: 12/06599-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2012
Vigência (Término): 31 de julho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Toxicologia
Pesquisador responsável:Regiani Carvalho de Oliveira
Beneficiário:Douglas Rene Rocha Silva
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):13/16062-5 - Avaliação do potencial genotóxico da poluição atmosférica em trabalhadores expostos às emissões veiculares da AV. Radial Leste, São Paulo, BE.EP.IC
Assunto(s):Poluição atmosférica   Plantas bioindicadoras   Sistema respiratório   Monitoramento biológico   Saúde ambiental

Resumo

Com o controle e regulamentação das emissões por fontes estacionárias ocorridas ainda no século passado no estado de São Paulo e a migração de grande parte do parque industrial para outras regiões, o município de São Paulo tem hoje o tráfego veicular como a principal fonte poluidora da atmosfera. Estudos epidemiológicos indicam que os níveis atuais de poluição do ar atmosférico da cidade estão relacionados ao aumento na mortalidade e morbidade sendo responsável pelo aumento de internações por problemas respiratórios e cardiovasculares e por implicações no desenvolvimento fetal, dentre outros efeitos nocivos à saúde humana. Uma característica observada no município de São Paulo e que pode ser observada em outros centros urbanos do mundo, é a existência do chamado "racismo ambiental" uma vez que populações com menor nível socioeconômico tendem a experimentar maior dose de poluentes ambientais de menor qualidade. Resultados preliminares reforçam essa idéia ao indicarem que a freqüência de doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) é maior nos bairros mais periféricos e pobres da cidade. Dentre as vias públicas de alto tráfego veicular existentes na cidade de São Paulo, destaca-se a Avenida Radial Leste que com extensão de 22,17 km que atravessa bairros com características socioeconômicas muito diferentes (incluindo três dos distritos com alta prevalência de DPOC). Este projeto pretende avaliar a influência dos poluentes atmosféricos sobre a população que reside ou trabalha ao logo desta via por meio do uso dos testes de micronúcleos da mucosa oral, micronúcleos em Tradescantia pallida purpurea para ampliar a compreensão da distribuição da poluição em micro-escala.