Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise do perfil de expressão diferencial de microRNAs em carcinomas mamários por microarrays

Processo: 11/13961-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 2012
Vigência (Término): 30 de abril de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Márcia Maria Chiquitelli Marques Silveira
Beneficiário:Augusto Ludvik Filip Marino
Instituição-sede: Hospital do Câncer de Barretos. Fundação Pio XII (FP). Barretos , SP, Brasil
Assunto(s):Neoplasias mamárias   Análise de sequência com séries de oligonucleotídeos   MicroRNAs

Resumo

O processo de metástase é responsável por cerca de 90% das mortes de pacientes com câncer e envolve múltiplos passos em que as células neoplásicas invadem o estroma adjacente por um processo chamado transição epitélio-mesenquimal (TEM). Nesta fase as células neoplásicas respondem a sinais do estroma adjacente alterando suas características celulares (epitélio), diminuem sua adesão celular e adquirem propriedades mesenquimais de mover-se. Finalmente adentram vasos sanguíneos e linfáticos se disseminado para tecidos distantes aonde formam micrometastases e proliferam para originar novos tumores.Pesquisas recentes têm mostrado que existe uma rede de miRNAs atuando como reguladores do processo de metástase tumoral. O projeto atual está dentro da linha de genômica funcional do câncer e refere-se ao estudo do papel dos miRNAs na metástase tumoral em pacientes com câncer de mama. Utilizaremos a tecnologia dos microarrays para investigar a expressão de microRNAs e proteínas potencialmente envolvidos no processo de invasão e metástase em carcinomas mamários. A idéia central é traçarmos assinaturas de expressão diferencial de microRNAs nos tumores de pacientes com carcinomas mamários invasores metastáticos e também em tumores não metastáticos . Uma vez que microRNAs podem atuar tanto como supressores quanto promotores de metástases, dependendo de seus RNAm alvos e a expressão de proteínas chaves, nossa hipótese é que existem determinados microRNAs que apresentam níveis de expressão diferenciados em tumores de mama potencialmente metastáticos. Tais microRNAs estariam associados ao processo de metástase. Uma vez identificados, estes poderão servir como biomarcadores auxiliando na identificação de tumores potencialmente metastáticos. Os resultados deste projeto serão úteis para um melhor entendimento das bases genético moleculares do processo de metástase do câncer de mama e do papel dos microRNAs neste processo.