Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência do treinamento aeróbico intradialítico no fluxo sanguíneo cerebral e o reflexo sobre a função cognitiva e qualidade de vida em pacientes renais crônicos

Processo: 11/20652-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2012
Vigência (Término): 30 de setembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Roberto Jorge da Silva Franco
Beneficiário:Fernanda Stringuetta Belik
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Nefrologia   Diálise renal   Qualidade de vida

Resumo

A doença renal crônica (DRC) é definida como a perda progressiva e irreversível da função renal. Os fatores de risco mais comuns para desenvolver DRC são: hipertensão arterial sistêmica e diabetes melito. Pacientes com DRC apresentam baixa capacidade funcional, devido às alterações cardiopulmonares, musculoesqueléticas, neurológicas, hidroeletrolíticas e endocrinometabólicas. Há um aumento do risco de desenvolver doenças cardiovasculares em pacientes com DRC. Em decorrência disso, programas de treinamento físico têm sido propostos visando o tratamento dos fatores de risco e suas repercussões na qualidade de vida. Sintomas depressivos, lentidão cognitiva e psicomotora comumente podem surgir como manifestações neurológicas. Alterações na hemodinâmica cerebral podem ser relevantes na patogenia da disfunção cognitiva em hemodiálise. Não há relatos na literatura sobre a influência do exercício aeróbico no fluxo sanguíneo cerebral e o seu reflexo sobre a função cognitiva desses pacientes. Em virtude disso, o objetivo deste trabalho é avaliar a influência do treinamento aeróbico intradialítico no fluxo sanguíneo cerebral e o seu reflexo sobre a função cognitiva e qualidade de vida em pacientes renais crônicos que realizam hemodiálise no Hospital das Clínicas de Botucatu. Participarão desse projeto voluntários que realizam hemodiálise no hospital mencionado, após assinarem o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Os dados serão coletados em uma avaliação inicial. Os pacientes serão submetidos a uma série de testes que avaliam atividade física, função cognitiva, demência e qualidade de vida. Realizarão também teste ergométrico, teste de caminhada de seis minutos e doppler transcraniano. O programa de treinamento aeróbico intradialítico terá duração de seis meses, sendo realizado três vezes por semana. Após o término do programa de exercícios os pacientes farão uma reavaliação. Os pacientes serão randomizados em dois grupos de acordo com a realização do protocolo de exercícios físicos ou não. Com isso, espera-se melhorar os aspectos avaliados no doppler transcraniano, no teste de função cognitiva e na qualidade de vida, além dos parâmetros do teste ergométrico e da capacidade funcional. Com esses achados será possível avaliar a efetividade do treinamento intradialítico para pacientes renais crônicos.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BELIK, FERNANDA STRINGUETTA; OLIVEIRA E SILVA, VIVIANA RUGOLO; BRAGA, GABRIEL PEREIRA; BAZAN, RODRIGO; VOGT, BARBARA PEREZ; TEIXEIRA CARAMORI, JACQUELINE COSTA; BARRETTI, PASQUAL; GONCALVES, RENATO DE SOUZA; FORTES VILLAS BOAS, PAULO JOSE; HUEB, JOAO CARLOS; MARTIN, LUIS CUADRADO; DA SILVA FRANCO, ROBERTO JORGE. Influence of Intradialytic Aerobic Training in Cerebral Blood Flow and Cognitive Function in Patients with Chronic Kidney Disease: A Pilot Randomized Controlled Trial. NEPHRON, v. 140, n. 1, p. 9-17, 2018. Citações Web of Science: 3.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
BELIK, Fernanda Stringuetta. Influência do treinamento aeróbico intradialítico no fluxo sanguíneo cerebral e o reflexo sobre a função cognitiva e qualidade de vida em pacientes renais crônicos. 2016. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Medicina..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.