Busca avançada
Ano de início
Entree

Consumo de lipídeos por indivíduos adultos e sua associação com o Escore de Risco de Framingham

Processo: 11/21821-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2012
Vigência (Término): 31 de maio de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Análise Nutricional de População
Pesquisador responsável:Nágila Raquel Teixeira Damasceno
Beneficiário:Caroline de Oliveira Gallo
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Doenças cardiovasculares   Lipídeos

Resumo

Gallo C. O. de. Consumo de lipídeos por indivíduos adultos e sua associação com o Escore de Risco de Framingham. São Paulo: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo - USP; 2011.Introdução: Dentre as doenças crônicas não-transmissíveis, as doenças cardiovasculares constituem a principal causa de morte no mundo. Visto que o estilo de vida contribui para o desenvolvimento de tais patologias, o papel da dieta na gênese e prevenção destas vem sendo amplamente estudado. Sendo assim, torna-se essencial avaliar o impacto desta sobre o risco cardiovascular por meio de inquéritos alimentares, principalmente através do consumo de lipídeos. Objetivo: Associar o consumo de lipídeos com o Escore de Risco de Framingham em indivíduos adultos. Métodos: Serão avaliados 50 indivíduos/grupo de risco cardiovascular (baixo, intermediário e alto) classificados de acordo com o Escore de Risco de Framingham (ERF), de ambos os sexos e com idade entre 30 e 74 anos. A partir desta amostra será avaliada a condição sócio-econômica e clínica, o consumo alimentar (recordatório alimentar de 24h) e parâmetros bioquímicos (colesterol e triglicérides plasmáticos e colesterol na HDL). Resultados Esperados: A partir deste estudo será possível relacionar o consumo de lípides com o risco para doenças cardiovasculares e identificar os componentes da dieta que favorecem ou não o surgimento de tais doenças. PALAVRAS-CHAVE: lipídeos. escore de risco de framingham. doenças cardiovasculares.