Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da inibição da NADPH oxidase sobre o estresse oxidativo e o fenótipo muscular esquelético de ratos com insuficiência cardíaca crônica

Processo: 11/22589-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2012
Vigência (Término): 31 de maio de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Marina Politi Okoshi
Beneficiário:Camila Bonomo
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Sistema musculoesquelético   Músculo esquelético   Doenças musculares   Ratos   Insuficiência cardíaca

Resumo

Na insuficiência cardíaca (IC), anormalidades da musculatura esquelética podem contribuir para a redução da tolerância aos esforços físicos. Os fatores responsáveis pelas anormalidades musculares ainda não estão completamente esclarecidos. Estresse oxidativo parece participar de alterações da musculatura em situações como envelhecimento, diabetes mellitus e doenças pulmonares. Neste projeto, testaremos a hipótese que a miopatia associada à IC é caracterizada por aumento do estresse oxidativo e que este pode ser atenuado pelo tratamento com o agente inibidor da NADPH oxidase, apocinina. Objetivos do estudo: 1) caracterizar o estresse oxidativo no músculo sóleo de ratos com IC induzida por estenose aórtica (EAo) supravalvar; 2) verificar se aumento do estresse oxidativo está associado a alterações do fenótipo muscular; e 3) avaliar se o tratamento com apocinina atenua ou previne aumento do estresse oxidativo e alterações fenotípicas. Vinte semanas após indução de EAo, ratos serão randomizados em dois grupos: EAo veículo e EAo tratado com apocinina durante oito semanas. Ecocardiograma será realizado antes e após o tratamento. Análise histológica do sóleo será realizada em lâminas coradas pela técnica NADH-TR. A atividade de enzimas antioxidantes será avaliada por espectrofotometria. O estresse oxidativo no músculo esquelético será analisado por meio da quantificação de hidroperóxido e malonaldialdeído. A geração total de EROs será avaliada pelos produtos da oxidação derivados do dihidroetídio por HPLC e a atividade da NADPH oxidase será avaliada pela oxidação do dihidroetídio por HPLC e por fluorometria. Isoformas das cadeias pesadas da miosina serão analisadas por eletroforese. Análise estatística: ANOVA e Bonferroni.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
BONOMO, Camila. Efeito da inibição da NADPH oxidase sobre o estresse oxidativo e o fenótipo muscular esquelético de ratos com insuficiência cardíaca crônica induzida por estenose aórtica. 2015. 59 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Medicina..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.