Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise de desempenho dos modelos de perda de solo MEUPS e WEPP: contribuição a aplicação em bacias hidrográficas

Processo: 12/08710-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geografia Física
Pesquisador responsável:Sergio dos Anjos Ferreira Pinto
Beneficiário:Isabel Cristina Moraes
Instituição-sede: Instituto de Geociências e Ciências Exatas (IGCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Geomorfologia   Geotecnologias   Erosão hídrica

Resumo

Tendo em vista a paisagem geográfica como cenário em que se processam as relações entre os sistemas sócio-econômicos e físico-ambientais, a análise da ação antrópica a partir dos diferentes usos da terra faz-se necessária na compreensão de suas implicações nos processos hidrossedimentológicos e nas feições do relevo. Por meio do auxilio de produtos de sensoriamento remoto e o ambiente de SIG, esta pesquisa objetiva-se em avaliar o desempenho de modelos preditivos de erosão hídrica do solo (MEUPS e WEPP) como contribuição metodológica a modelagem de sistemas ambientais. Fundamentada na abordagem sistêmica, a avaliação da perda de solo para os modelos EUPS (Wischmeier e Smith, 1978) e WEPP (Water Erosion Prediction Project - Laflen, 1991), comparados aos resultados de parcelas experimentais de pinos de erosão, contribuem para o desenvolvimento dos modelos e avaliação da sua aplicabilidade à condições edafoclimáticas brasileiras. Neste viés, propões-se a geração de cartas geomorfológicas na investigação dos processos de perda de solo uma vez que as características das formas da vertente devem ser instrumento relevante quanto ao uso e manejo do solo adequados, tendo como subsidio e referência os dados quantitativos estabelecidos tanto por análise empírica, quanto por modelagem. As metodologias propostas aplicadas sob perspectiva integrada contribuem em estudos geográficos e servem de subsidio à questões de planejamento ambiental e gestão do território.