Busca avançada
Ano de início
Entree

Treinamento em taxonomia de Anopheles (Nyssorhynchus) (Diptera: Culicidae): o trabalho de campo em sinergismo com o laboratório

Processo: 12/10674-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de julho de 2012
Vigência (Término): 31 de agosto de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Maria Anice Mureb Sallum
Beneficiário:Jessica Ribeiro Quintieri
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/20397-7 - Taxonomia morfológica e molecular e filogenia do subgênero Nyssorhynchus do gênero Anopheles (Diptera: Culicidae), com ênfase especial em Anopheles darlingi da Mata Atlântica, AP.R
Assunto(s):Mosquitos   Malária   Vetores de doenças   Entomologia médica

Resumo

O subgênero Nyssorhynchus é problemático e a identificação das espécies é dificultada pela falta de chaves atualizadas, bem como pelo polimorfismo e sobreposição dos caracteres morfológicos usados na delimitação dos táxons. Dessa maneira, faz-se necessário o emprego de sequências de genes nucleares e mitocondriais como instrumentos auxiliares para a tomada de decisões sobre a existência de complexos de espécies crípticas e delimitação dos táxons. Nesse sentido, o projeto temático objetiva dar subsídios tanto para a identificação das espécies como para a delimitação dos táxons. Obviamente, o projeto necessita de amostras de mosquitos coletadas no campo e mantidas em laboratório até a emergência de adultos, machos e fêmeas. Além disso, existe acentuada demanda por técnicas moleculares. Dentro desse contexto, serão geradas sequências de nucleotídeos de diversos genes, mitocondriais e nucleares para diversas populações de cada táxon amostrado. Obviamente cada sequência estará vinculada a um determinado indivíduo o que exige o depósito do espécime em coleção. Resumidamente, as amostras de campo serão mantidas em laboratório até a obtenção de adultos que serão identificados, mortos e depositados em uma coleção de insetos congelados. Será separada uma amostra de insetos secos de cada espécie que serão montados, registrados e depositados na Coleção Entomológica da Faculdade de Saúde Pública da USP. Obviamente, há a necessidade de se registrar todos os indivíduos de maneira a mantê-los em bom estado, associados com os outros estádios de desenvolvimento e fáceis de serem localizados nas coleções. Além disso, os dados deverão ser colocados em uma base de dados, para que no futuro estejam disponíveis para a comunidade científica. Face às considerações expostas, parece não haver dúvidas quanto à necessidade de que se reveste para o projeto, o vínculo de técnico. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.