Busca avançada
Ano de início
Entree

Verniz contendo xilitol: Estudo da des-remineralização do esmalte bovino.

Processo: 12/03027-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Marília Afonso Rabelo Buzalaf
Beneficiário:Izabella Alves Rosso
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Remineralização dentária   Bioquímica   Cárie dentária   Xilitol

Resumo

O xilitol, substituto de açúcares, tem apresentado destaque nos últimos anos, devido às suas propriedades antimicrobiana, anticariogênica e remineralizadora. Diante disso, veículos de administração efetivos e seguros são desejáveis para o controle da cárie dentária. Considerando-se que o verniz contendo fluoreto de sódio é uma estratégia amplamente utilizada em Odontologia, com a finalidade de controlar a cárie dentária, o presente estudo objetiva avaliar a eficácia de um novo verniz tendo como princípio ativo o xilitol, em diferentes concentrações, associado ou não ao fluoreto, em inibir in vitro a desmineralização e acelerar a remineralização do esmalte bovino. Para tanto, será avaliado o efeito de 7 diferentes vernizes (Xilitol a 10%, Xilitol a 20%, Xilitol a 10% + NaF 5%, Xilitol a 20% + NaF 5%, Duofluoride XII®, Duraphat® e verniz placebo sem xilitol ou flúor) na inibição da desmineralização e aumento da remineralização do esmalte bovino hígido ou com lesão artificial de cárie, por meio de modelo de ciclagem de pH in vitro (n total = 280, sendo 20 por grupo). Para seleção do teste estatístico apropriado, serão checadas a normalidade (teste de Kolmogorov e Smirnov) e homogeneidade (teste de Bartlett) dos dados. O nível de significância adotado será de 5%.