Busca avançada
Ano de início
Entree

A hipótese da loucura na primeira meditação cartesiana à luz da polêmica entre Foucault e Derrida

Processo: 12/04049-1
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 2012
Vigência (Término): 31 de maio de 2014
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - História da Filosofia
Pesquisador responsável:Eneias Junior Forlin
Beneficiário:Dante Andrade Santos
Instituição Sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Filosofia moderna   Loucura   Sonho
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:dúvida | loucura | Meditações | sonho | Filosofia Moderna

Resumo

Este projeto apresenta um programa de pesquisa cujo objetivo é explorar o papel filosófico da hipótese da loucura na "Primeira Meditação" cartesiana à luz da polêmica travada entre Michel Foucault e Jacques Derrida. "Na Primeira meditação", antes de introduzir o argumento do sonho, Descartes faz alusão ao pensamento dos loucos. A questão é entender por que, no processo de radicalização da dúvida, Descartes não procede com a hipótese da loucura do mesmo modo que procede com o argumento do sonho. Será que essa passagem caracteriza a exclusão da loucura da ordem do conhecimento? Ou seriam a loucura e o sonho apenas momentos complementares de uma mesma etapa da argumentação, sem exclusão? Entre aquelesque se debruçam sobre o tema, essa passagem suscita controvérsias: Michel Foucault e JacquesDerrida protagonizam uma importante discussão sobre o assunto. O primeiro, em "História daLoucura", critica o tratamento diferenciado que Descartes concede à loucura, afirmando que oprograma cartesiano da dúvida é exatamente a sua exclusão. O segundo, por sua vez, em "Aescritura e a Diferença", discorda de tal leitura argumentando que o texto cartesiano fora malinterpretado por Foucault, pois a loucura e o sonho caracterizam apenas momentos complementares de uma mesma etapa da argumentação, sem implicar exclusão alguma. A atualidade do debate chama atenção para a importância de revisitar as "Meditações" e nos coloca a questão de pensar o papel filosófico da hipótese da loucura no projeto cartesiano de fundamentação e reorganização do saber.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)