Busca avançada
Ano de início
Entree

Manipulação da senescência foliar e da degradação da clorofila visando o melhoramento de frutos

Processo: 12/04283-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de julho de 2012
Vigência (Término): 30 de junho de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Fisiologia Vegetal
Pesquisador responsável:Maria Magdalena Rossi
Beneficiário:Bruno Silvestre Lira
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Melhoramento genético vegetal   Genética molecular   Envelhecimento   Solanum   Clorofila   Vitamina E

Resumo

Estudos recentes têm reforçado a hipótese dos efeitos benéficos da vitamina E (VTE) na saúde humana, com maior ênfase na prevenção de doenças cardiovasculares, câncer de mama e proteção contra o stress oxidativo induzido por nicotina. Em plantas, sua função também permanece não completamente definida, embora vários trabalhos associem a VTE à proteção de pigmentos, proteínas e ácidos graxos poliinsaturados do aparato fotossintético contra espécies Reativas de Oxigênio (ROS) geradas durante a fotossíntese. Além disso, tem sido proposto que a VTE interage com outros sistemas antioxidantes com o intuito de manter a homeostase redox intracelular. O fruto de tomate, como produto fresco ou processado, possui alto valor nutricional em virtude da disponibilidade de diversos nutrientes, incluindo a VTE. A síntese dos compostos com atividade VTE, tocoferóis e tocotrienóis, ocorre exclusivamente em organismos fotossintetizantes a partir de precursores produzidos pela via do chiquimato e Metil-Eritritrol-Fosfato (MEP). Alternativamente ao MEP, tem sido proposto que a cadeia lateral lipofílica possa ser suprida pela degradação de clorofila. Este processo, associado a senescência e ao amadurecimento de frutos envolve a atividade das clorofilases e, mais recentemente, das feofitinases, uma vez que um dos produtos da reação por elas catalisada é o fitol. Assim, este trabalho pretende investigar a inter-relação entre as rotas de biossíntese de tococromanóis e de degradação de clorofila realizando um estudo funcional de duas clorofilases (Slchl3 e Slchl4) e uma feofitininase (Slpph), recentemente identificadas em S. lycopersicum. Finalmente será verificado o impacto causado pela manipulação destes genes sobre o conteúdo de VTE por meio da avaliação fenotípica de plantas silenciadas para os três genes de interesse. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
LIRA, Bruno Silvestre. Manipulação da senescência foliar e da degradação de clorofila visando o melhoramento de frutos. 2017. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Biociências São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.