Busca avançada
Ano de início
Entree

Políticas sociais, mobilidade espacial e dinâmicas das regiões rurais: Estudo da reprodução social dos povos rurais pobres no norte e nordeste de Minas Gerais, Brasil.

Processo: 12/05014-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2012
Vigência (Término): 30 de setembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Geografia - Geografia Humana
Pesquisador responsável:Rosangela Aparecida de Medeiros Hespanhol
Beneficiário:Elicardo Heber de Almeida Batista
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Pobreza   Desenvolvimento regional   Políticas públicas   Geografia agrária

Resumo

O principal objetivo dessa pesquisa consiste na análise das estratégias de reprodução social de povos rurais, ou seja, de pequenos proprietários de terra, residentes nos municípios de São João das Missões (MG) e Itinga (MG). Esses municípios estão localizados respectivamente nas regiões norte e o nordeste do estado de Minas Gerais e são caracterizados como os mais pobres economicamente no universo de todos os 853 municípios mineiros (FJP, 2010). Ambos detêm pouco dinamismo socioeconômico, altos índices de carências sociais e materiais e o predomínio de sua população residindo no meio rural trabalhando em atividades consideradas agrícolas. O norte e o nordeste do estado de Minas Gerais, regiões onde estão localizados esses municípios, são consideradas como bastante emblemáticas pela presença no cenário nacional como um "bolsão de miséria" pelos indicadores de alta incidência de pobreza (econômica) e por ter se estabelecido como uma espécie de região "viveiro de migrantes" com o deslocamento de parte dos povos rurais para as mais diversas cidades do Brasil como um elemento indicador do processo de desruralização. A pesquisa partirá de dois princípios hipotéticos: 1º) mesmo as regiões rurais menos dinâmicas do país não estão passando por um processo de esvaziamento social, cultural, demográfico e econômico; 2º) a ampliação de políticas sociais para regiões carentes impactam consideravelmente nas dinâmicas sociais e econômicas dos povos rurais, possibilitando a emergência de novas dinâmicas nas economias das unidades familiares permitido pelos rendimentos não-contributivos. Esses rendimentos somados às rendas não-agrícolas interferem nos sentidos e significados da mobilidade espacial, condicionando inclusive a permanência desses povos em suas regiões de origem .

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
BATISTA, Elicardo Heber de Almeida. Entre trânsitos permanentes e permanências transitórias : estudo sobre a reprodução social de famílias rurais pobres em Itinga, Minas Gerais, Brasil. 2016. 373 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências e Tecnologia..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.