Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo longitudinal de aspectos cognitivos no Transtorno de Humor

Processo: 12/05702-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2012
Vigência (Término): 31 de outubro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Fundamentos e Medidas da Psicologia
Pesquisador responsável:Latife Yazigi
Beneficiário:Hilda Gardênia Barros Guedes
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Psicoterapia   Testes neuropsicológicos   Neuropsicologia   Transtorno depressivo maior

Resumo

O Transtorno Depressivo Maior (TDM) está entre os transtornos psiquiátricos mais prevalentes e é um dos problemas atuais mais comuns em saúde mental. Existem estudos associando o TDM a déficits cognitivos e funcionais, sendo os domínios cognitivos mais comumente prejudicados, a memória, atenção, concentração, flexibilidade mental e abstração. Objetivo: Identificar padrões neuropsicológicos presentes em indivíduos com TDM em seguimento de dois anos de tratamento psicoterápico, discriminar quais aspectos cognitivos estão mais prejudicados e verificar se o tempo de exposição da amostra à psicoterapia influencia os resultados. Método: Os participantes serão avaliados antes do ingresso no tratamento psicoterápico e re-avaliados anualmente, por um e dois anos, na forma teste-reteste. Instrumentos: Para o diagnóstico psiquiátrico será utilizada a Entrevista Clinica Estruturada para o DSM-IV-R (SCID I) e para a avaliação do perfil cognitivo foi selecionada uma bateria neuropsicológica, a qual consta do WAIS-III, Rey-OsterriethComplex Figure Test, RAVLT e WSCT. Participantes: Serão avaliados adultos, de ambos os sexos, com idades variando entre 18 e 60 anos com diagnostico de TDM atendidos em psicoterapia psicanalítica no Ambulatório de Psicoterapia do Departamento de Psiquiatria da Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP. A hipótese deste estudo é de que pacientes com TDM apresentam prejuízos cognitivos e de que há melhora nos déficits encontrados após follow-up de tratamento psicoterápico.Palavras-Chave: Transtorno Depressivo Maior, Aspectos Cognitivos, Testes Neuropsicológicos, Psicoterapia.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)