Busca avançada
Ano de início
Entree

Luta por reconhecimento ou luta por redistribuição? O MNU e os dilemas do antirracismo no Brasil contemporâneo

Processo: 12/05807-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2012
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Outras Sociologias Específicas
Pesquisador responsável:Josué Pereira da Silva
Beneficiário:Márcio Henrique Casimiro Lopes Silva Santos
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Reconhecimento

Resumo

A reorganização e a reestruturação política do movimento negro brasileiro, iniciada nos anos 1970, refletiram mudanças significativas das suas demandas, caracterizadas pela ênfase na identidade e na diferença, carregando consigo transformações nas formas e nas estratégias das lutas empreendidas por ele. Tais mudanças foram, assim, acompanhadas de reformulações teóricas acerca destas lutas. Entre estas reformulações, a suposição de uma mudança paradigmática decorreria de transformações no objetivo normativo central dos conflitos sociais. A partir deste quadro, a análise proposta buscará penetrar a dinâmica das lutas empreendidas pelo Movimento Negro Unificado, observando-se a ambivalência que, segundo Nancy Fraser, caracteriza as lutas dos movimentos negros como lutas, simultaneamente, por reconhecimento e por redistribuição, conduzindo-as, desse modo, ao centro desse debate. Pretende-se indagar como se articularam e se articulam as históricas reivindicações pela igualdade e os novos elementos descritos como a afirmação de diferenças e a identidade, ou, de outro modo, como aquelas históricas reivindicações pela igualdade foram sendo resignificadas a partir desses novos elementos. Trata-se, portanto, de um estudo que procura combinar pesquisa empírica e reflexão teórica. Desse modo, as fontes a serem consultadas serão os textos das principais lideranças, resoluções de congressos, entrevistas, entre outros. Para a realização dessa pesquisa, deve-se abranger o período de formação do MNU, nos anos 1970, até os dias atuais, indagando-se sobre a possibilidade teórica e política de se combinar as demandas do movimento entre reconhecimento e redistribuição.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SANTOS, Márcio Henrique Casimiro Lopes Silva. Luta por reconhecimento ou luta por redistribuição? : o MNU e os dilemas do antirracismo no Brasil contemporâneo. 2016. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.