Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise funcional da MAF1 de citros, um regulador negativo da RNA pol III envolvido com o desenvolvimento do cancro cítrico

Processo: 12/06736-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2012
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Celso Eduardo Benedetti
Beneficiário:Adriana Santos Soprano
Instituição-sede: Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). Campinas , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):13/03404-5 - Análise do perfil metabólico de laranja doce em resposta à infecção por X. citri, e de plantas geneticamente modificadas que silenciam ou superexpressam o gene maf1, BE.EP.PD
Assunto(s):Xanthomonas citri   Interação planta-patógeno   Cancro (doença de planta)   RNA polimerase III

Resumo

O cancro cítrico, causado pela bactéria Xanthomonas axonopodis pv. citri (Xac), constitui uma doença que afeta a maioria das espécies do gênero Citrus, ocorre praticamente em todos continentes e se destaca como uma ameaça à citricultura brasileira. O mecanismo molecular pelo qual Xac causa cancro não é inteiramente conhecido, entretanto, sabe-se que a bactéria, ao infectar a planta, utiliza o sistema secretório tipo ™™™ (T3S) para injetar proteínas de patogenicidade, entre elas, PthAs da família AvrBs3/PthA também conhecidas como efetores TAL (transcriptional activator-like). Os efetores TAL atuam como fatores de transcrição transativando genes específicos da planta que vão beneficiar a bactéria ou desencadear respostas de defesa. Há anos, o nosso laboratório desenvolve pesquisas com o objetivo de entender mecanismos moleculares envolvidos na interação citros-bactéria, com ênfase na caracterização desses alvos de PthA dentro da célula hospedeira. Portanto, nessa proposta, pretendemos analisar funcionalmente uma proteína de citros que foi previamente identificada como alvo de PthA, chamada CsMAF1. CsMAF1 é uma proteína repressora da RNA Polimerase III conservada em eucariotos. Sua atividade repressora depende de sua fosforilação e acúmulo no núcleo da célula, seguida da sua associação com a RNA Pol III. Esse mecanismo impede que componentes da maquinaria biossintética da célula sejam transcritos em condições de estresse. Os resultados obtidos até o momento, referentes à CsMAF1 de citros, revelam que ela interage com PthA4, complementa o fenótipo do mutante maf1 de levedura e que plantas com níveis reduzidos dessa proteína apresentam um aumento significativo nos sintomas do cancro. Porém, como exatamente CsMAF1 é regulada através de sua fosforilação, se a mesma interage com a RNA Pol III na forma dimérica ou monomérica e como PthA4 interfere com essa interação ainda não é conhecido. Desse modo, essa proposta tem como objetivo responder essas questões e desvendar não somente o mecanismo de regulação da RNA Pol III pela CsMAF1, como também entender como PthA interfere nesse mecanismo permitindo aumentar a taxa de transcrição de rRNAs e tRNAs.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SOPRANO, ADRIANA SANTOS; COSTA SMETANA, JULIANA HELENA; BENEDETTI, CELSO EDUARDO. Regulation of tRNA biogenesis in plants and its link to plant growth and response to pathogens. BIOCHIMICA ET BIOPHYSICA ACTA-GENE REGULATORY MECHANISMS, v. 1861, n. 4, SI, p. 344-353, APR 2018. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.