Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento da fase extratora molecularmente impressa com revestimento hidrofílico (MIP-RAM) para análises in-tube SPME/LC-MS/MS de parabenos em amostras de leite humano

Processo: 12/07949-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2012
Vigência (Término): 31 de março de 2014
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Maria Eugênia Queiroz Nassur
Beneficiário:Lidervan de Paula Melo
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Parabenos   Métodos analíticos de preparação de amostras   Leite materno   Cromatografia líquida

Resumo

Os parabenos, ésteres neutros derivados do ácido p-hidroxibenzóico, quando utilizados em baixas concentrações, inibem o desenvolvimento de bactérias e fungos. Estes compostos são amplamente utilizados como conservantes químicos em produtos cosméticos. As pesquisas realizadas in vitro e in vivo têm demonstrado que os parabenos podem mimetizar a ação do hormônio feminino, estrogênio, e induzir o crescimento de células MCF7, as quais estão relacionadas com o desenvolvimento de câncer de mama. Em estudos recentes, os parabenos têm sido identificados e quantificados, na sua forma não hidrolisada, em amostras de tecidos de tumores de câncer de mama e placenta humana.Para lactantes, o leite humano pode ser a principal rota excretora de substâncias lipofílicas persistentes, as quais são armazenadas no organismo humano, principalmente no tecido adiposo. Já para os bebês no período de lactação, o leite humano torna-se a principal fonte de exposição a substâncias químicas nocivas que podem pôr em risco a saúde dessas crianças, uma vez que o sistema imunológico delas não está completamente desenvolvido. Nos últimos anos, a cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massas sequencial (LC-MS/MS) tem se tornado a técnica analítica de referência para bioanálises. A química analítica moderna tem sido direcionada para a simplificação através da hifenação de técnicas, automação (high-throughput performance), minaturização dos sistemas analíticos, minimização do consumo de solvente orgânico e do volume da amostra, e utilização de tecnologias ambientalmente corretas, em direção ao cuidado preventivo do meio ambiente. Neste contexto pode-se destacar a técnica de microextração em fase sólida no capilar acoplada à cromatografia líquida (in-tube SPME/LC) que permite a extração contínua, concentração, dessorção e injeção dos analitos utilizando o auto-injetor LC.O desenvolvimento de fases extratoras para in-tube SPME, como, os materiais de acesso restrito (RAM) e os polímeros molecularmente impressos (MIP) tem permitido, respectivamente, a introdução direta de fluidos biológicos em sistemas cromatográficos e a concentração seletiva (específica) dos analitos.Neste trabalho, uma nova fase molecularmente impressa com revestimento hidrofílico (MIP-RAM) será desenvolvida para análises in-tube SPME acoplada à cromatografia líquida (LC-MS/MS) para a determinação de metil, etil, propil e butil-parabenos em amostras de leite humano.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SOUZA, ISRAEL D.; MELO, LIDERVAN P.; JARDIM, ISABEL C. S. F.; MONTEIRO, JULIANA C. S.; NAKANO, ANA MARCIA S.; QUEIROZ, MARIA EUGENIA C. Selective molecularly imprinted polymer combined with restricted access material for in-tube SPME/UHPLC-MS/MS of parabens in breast milk samples. Analytica Chimica Acta, v. 932, p. 49-59, AUG 17 2016. Citações Web of Science: 36.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.