Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo Fitoquímico de Trichilia pallens (Meliaceae) buscando potenciais inseticidas sobre a lagarta do cartucho-do-milho (Spodoptera frugiperda J.E. Smith)

Processo: 12/08281-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:Maria Fátima das Graças Fernandes da Silva
Beneficiário:Bruno Sacchetto Paulo
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Química de produtos naturais   Spodoptera frugiperda   Meliaceae

Resumo

Plantas são tradicionalmente usadas por populações de todos os continentes no controle de diversas doenças e pragas (Newman et al., 2003). Atualmente, várias são as pesquisas envolvendo plantas inseticidas, principalmente espécies da família Meliaceae, citando-se Azadirachta indica, comumente conhecida por Neem. Esta espécie vegetal tem sido bastante estudada, sendo verificados efeitos promissores no controle de várias pragas. Os bons resultados verificados com o Neem têm estimulado pesquisas com outras espécies vegetais (Matos et al., 2006; Oliveira et al., 2007). O interesse em aplicar metabólitos secundários de plantas no manejo integrado de pragas é crescente, já que estes podem reduzir o custo de produção da lavoura, os riscos ambientais e a dependência dos inseticidas sintéticos (Singh et al., 1997). A lagarta-do-cartucho do milho, Spodoptera frugiperda (J.E. Smith), é uma das principais pragas da cultura do milho, podendo seu dano levar à redução de até 34% no rendimento de grãos, dependendo, principalmente, do estádio da cultura em que ocorre o ataque (Cruz, 1982). A utilização de inseticidas sintéticos tem sido o principal método de controle da praga, porém, seu uso indiscriminado e incorreto tem aumentado o número de aplicações e diminuído sua eficiência, principalmente devido ao surgimento de populações de insetos resistentes. Além disto, acarretam diversos outros problemas como resíduos nos alimentos, desequilíbrio biológico e intoxicação de operadores. Desta forma, medidas de controle que causem menor impacto ambiental são de primordial importância, o que vem estimulando o ressurgimento do uso de plantas inseticidas como ferramenta promissora para controle de insetos. As pesquisas envolvendo plantas inseticidas evoluíram muito nas últimas décadas em todos os continentes. Os princípios ativos de Trichilia pallens responsáveis pela atividade em reduzir a sobrevivência e o peso larval de S. frugiperda (Borgoni et. al., 2003; 2005), não são conhecidos. Além disso, não há relatos da literatura de estudos fitoquímicos desta espécie. Com isso, o estudo fitoquímico de T. pallens trará informações para a busca de modelos mais eficientes contra o inseto e menos agressivo ao meio ambiente, além do perfil químico da espécie. Com isto, os objetivos do projeto são: estudo fitoquímico das folhas e ramos de Trichilia pallens na busca de potenciais inseticidas eficientes frente à lagarta do cartucho-do-milho S. frugiperda; ensaios biológicos frente à S. frugiperda; aprendizagem de diferentes métodos cromatográficos e aprendizagem de determinação estrutural via RMN e EM.