Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação dos padrões filogeográficos de Bugula neritina (Bryozoa, Cheilostomata) tipo S em escala global

Processo: 11/19857-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2012
Vigência (Término): 31 de março de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Alvaro Esteves Migotto
Beneficiário:Karin Hoch Fehlauer Ale
Supervisor no Exterior: Tim Littlewood
Instituição-sede: Centro de Biologia Marinha (CEBIMAR). Universidade de São Paulo (USP). São Sebastião , SP, Brasil
Local de pesquisa : Natural History Museum, London, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:09/08940-7 - Caracterização molecular de Bugula spp. (Bryozoa, Cheilostomata, Bugulidae): implicações taxonômicas, filogenéticas e de bioinvasão, BP.PD
Assunto(s):Marcador molecular   Bryozoa

Resumo

Estudos baseados em sequências de DNA têm revelado complexos de linhagens crípticas para espécies globalmente distribuídas de briozoários, desafiando o tradicional conceito dentre os especialistas de que muitas destes táxons sejam verdadeiramente cosmopolitas. Expedições marítimas realizadas ao longo dos séculos XVIII e XIX já haviam reportado colônias de Bugula neritina em várias localidades tropicais e subtropicais ao redor do planeta, atribuindo a esta espécie uma distribuição cosmopolita natural. Entretanto, análises da variação do gene mitocondrial citocromo c oxidase sub-unidade I (COI) têm sugerido que B. neritina seja um complexo de pelo menos três espécies crípticas, sendo duas delas aparentemente restritas ao EUA e outra globalmente distribuída. Através de análises do COI, a presença da linhagem tipo S (globalmente distribuída) em distintas localidades das costas sudeste e sul do Brasil foi detectada. Consistente com a falta de variação deste gene e com a reduzida capacidade de dispersão larval da espécie, a hipótese de introdução antropogênica parece ser uma explicação viável para justificar a distribuição cosmopolita de uma das linhagens de B. neritina. Entretanto, a área de origem deste haplótipo não pode ser inferida apenas com os dados de COI, devido à sua falta de variabilidade e, consequentemente, de informação filogeográfica. Neste contexto, os objetivos deste projeto permeiam a investigação dos padrões filogeográficos em larga escala da linhagem globalmente distribuída de B. neritina, e a detecção dos processos evolutivos responsáveis por este padrão de distribuição. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FEHLAUER-ALE, KARIN H.; MACKIE, JOSHUA A.; LIM-FONG, GRACE E.; ALE, EZEQUIEL; PIE, MARCIO R.; WAESCHENBACH, ANDREA. Cryptic species in the cosmopolitan Bugula neritina complex (Bryozoa, Cheilostomata). ZOOLOGICA SCRIPTA, v. 43, n. 2, p. 193-205, MAR 2014. Citações Web of Science: 31.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.