Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de um dispositivo orgânico injetor de carga elétrica

Processo: 11/21302-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 31 de agosto de 2012
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física da Matéria Condensada
Pesquisador responsável:José Alberto Giacometti
Beneficiário:Élder Mantovani Lopes
Supervisor no Exterior: David Martin Taylor
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Local de pesquisa : Bangor University, País de Gales  
Vinculado à bolsa:09/08984-4 - Filmes finos do polímero semicondutor poli(3-hexiltiofeno) e sua interface com isolantes: estudos via impedância da estrutura MIS e fotoluminescência, BP.PD
Assunto(s):Espectroscopia de impedância

Resumo

Este projeto, a ser desenvolvido na Universidade de Bangor (UK) sob a supervisão do Prof. Dr. David Martin Taylor, visa fabricar e avaliar uma versão orgânica de um dispositivo injetor de carga (DIC) e explorar seu potencial para atuar como um dispositivo de carga acoplado (DCA). Um resultado bem-sucedido abrirá caminho para uma nova classe de dispositivos orgânicos de imagem e de processamento de sinais. O dispositivo DIC também é uma estrutura de teste excelente para estudos fundamentais sobre os efeitos de captura e liberação de portadores por armadilhas existentes na interface isolante/semicondutor, fornecendo informações essenciais para a operação de transistores orgânicos de efeito de campo (do inglês: Organic Field Effect Transistors - OFETs). Como semicondutor será utilizado o poli(3-hexiltiofeno), P3HT, e como isolante o fotoresiste SU8, embora diferentes materiais possam ser empregados dependendo da necessidade. Para o estudo das propriedades dos dispositivos serão realizadas, principalmente, medidas de capacitância em função da voltagem (C-V) e das correntes de deslocamento. Como resultado, espera-se melhorar a eficiência da transferência de carga ao longo da interface isolante/semicondutor, provendo o primeiro estudo definitivo sobre a viabilidade de um DCA orgânico. A investigação das combinações isolante/semicondutor para tais aplicações também irá estimular a melhoria dos OFETs, em total sinergia com o projeto de pós-doutorado desenvolvido atualmente pelo beneficiário desta proposta no Brasil. (AU)