Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização da doença do fígado gorduroso não alcoólica em uma condição crônica de sobrecarga nutricional

Processo: 11/21664-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2012
Vigência (Término): 30 de abril de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Bioquímica da Nutrição
Pesquisador responsável:Antonio Carlos Cicogna
Beneficiário:André Ferreira Do Nascimento
Supervisor no Exterior: Xiang-Dong Wang
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Local de pesquisa : Tufts University, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:11/07690-7 - Relação entre doença do fígado gorduroso não alcoólica e alterações metabólicas e funcionais do coração em uma condição crônica de sobrecarga nutricional, BP.PD
Assunto(s):Fígado gorduroso   Doenças cardiovasculares   Obesidade

Resumo

Trabalhos clínicos recentes sugerem que a doença do fígado gorduroso não alcoólica (NAFLD) é um importante fator de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Entretanto, ainda é incerto se o risco cardiovascular é mais evidente em condição de esteatose isolada ou na presença de NASH. O objetivo desse estudo será caracterizar a presença da doença do fígado gorduroso não alcoólica, bem como os fatores envolvidos no seu agravamento em uma condição crônica de sobrecarga nutricional. Serão utilizados ratos Wistar machos, com 30 dias de idade, provenientes do Biotério do Laboratório Experimental do Departamento de Clínica Médica, Faculdade de Medicina de Botucatu, Universidade Estadual Paulista - UNESP, São Paulo, Brasil. Os animais serão casualmente divididos para receberem dieta controle (C) ou hipercalórica (H), durante 6, 12 e 24 semanas, perfazendo 6 grupos experimentais independentes (C6, C12, C24, H6, H12, H24; n=15 animais/grupo). A presença de NAFLD será determinada pela análise dos seguintes fatores no fígado: esteatose, apoptose, fibrose, ácidos graxos livres, ceramida, diacilglicerol, estresse oxidativo, ativação de fatores envolvidos no processo inflamatório, presença de células inflamatórias e resistência à insulina. As técnicas utilizadas serão: western blot, espectometria de massa, microscopia óptica e kits colorimétricos. Os dados serão expressos por meio de medidas descritivas de posição e variabilidade. A comparação entre os grupos será realizada pela técnica da análise de variância (ANOVA) para o esquema de dois fatores, dieta e tempo, e complementadas com o teste de Tukey. O nível de significância considerado para todas as variáveis será de 5%. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.