Busca avançada
Ano de início
Entree

Testemunhos materiais da circulação do jade entre Teotihuacán e a área Maia: artefatos e pintura mural

Processo: 12/02493-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2012
Vigência (Término): 31 de julho de 2012
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Arqueologia - Arqueologia Pré-histórica
Pesquisador responsável:Maria Beatriz Borba Florenzano
Beneficiário:Leila Maria França
Supervisor no Exterior: Bernd Walter Federico Fahmel Beyer
Instituição-sede: Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidad Nacional Autónoma de México, Coyoacán (UNAM), México  
Vinculado à bolsa:09/07990-0 - As rotas do jade na Mesoamérica: o comércio de longa distância e o poder estatal em Teotihuacan (150-750 d.C.), BP.PD
Assunto(s):Arqueologia mesoamericana   Simbolismo   Jade

Resumo

Este projeto tem como objetivo a coleta de dados e bibliografia sobre a relação entre Teotihuacan e a área maia, tendo em vista o simbolismo e a circulação da jadeíta proveniente do Vale do Rio Motagua, na Guatemala, em particular testemunhos da pintura mural produzidos em Teotihuacan. Durante o desenvolvimento do Projeto Principal - que trata da importação do jade e das pedras verdes por Teotihuacan por meio do comércio de longa distância e sua relação com a ideologia-, encontramos alguns indícios da circulação de objetos de jade entre as elites maias, com forte conteúdo simbólico, no mesmo período em que Teotihuacan interagiu com diversos centros maias, ou seja, o Clássico Antigo (200-600 d.C.). Assim, a solicitação de estágio deve-se à necessidade de recolher dados adicionais sobre eventuais artefatos maias em Teotihuacan, assim como representações sobre o jade em estilo e simbolismo maia na pintura mural de diversos palácios e outros espaços da grande cidade mexicana, que nos ajudará a vislumbrar aspectos simbólicos nas trocas. (AU)