Busca avançada
Ano de início
Entree

Robustez de redes planta-polinizador em ambientes fragmentados: o papel do sistema reprodutivo e a estratégia de dispersão das plantas na persistência das espécies

Processo: 12/04941-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2012
Vigência (Término): 31 de agosto de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Teórica
Pesquisador responsável:Paulo Roberto Guimarães Junior
Beneficiário:Julia Astegiano
Supervisor no Exterior: Cheptou Pierre-Olivier
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Centre d'Ecologie Fonctionnelle & Evolutive (CEFE), França  
Vinculado à bolsa:11/09951-2 - Robustez de redes de interação planta-polinizador frente á perda de habitat: o papel do sistema reprodutivo das plantas, BP.PD
Assunto(s):Mutualismo (biologia)   Polinização   Destruição de habitat   Dispersão de sementes   Reprodução vegetal

Resumo

Polinização é um mutualismo central para a reprodução de plantas. Neste sentido, o sistema reprodutivo das plantas é um aspecto chave, determinando o grau de dependência das plantas com respeito aos polinizadores para se reproduzir. Assim, o sistema reprodutivo modularia a vulnerabilidade das plantas à extinção dos polinizadores e, portanto, a persistência das espécies em ambientes fragmentados. Por outro lado, a estratégia de dispersão das plantas também modularia sua persistência dado que determina a capacidade de colonização das espécies. O presente trabalho busca avaliar, por meio da combinação de modelos matemáticos, dados empíricos e métricas de redes de interação, a influência do sistema reprodutivo e da estratégia de dispersão das plantas na persistência de espécies em paisagens fragmentadas e, portanto, na robustez das redes de interação que essas plantas formam. Para atingir esse objetivo, se avaliará o papel das espécies com diferentes sistemas reprodutivos nas redes planta-polinizador. Por outro lado, se modificará o modelo de metacomunidades em paisagens fragmentadas proposto por Fortuna & Bascompte (2006) para o estudo da persistência de espécies em redes mutualísticas. Será incorporada explicitamente a ideia de que o sistema reprodutivo e a estratégia de dispersão influenciam as taxas de colonização e extinção local das plantas. A dinâmica do modelo parametrizado com dados empíricos sobre sistemas reprodutivos e as estratégias de dispersão será comparada à observada no modelo no qual as taxas de extinção e colonização das espécies são atribuídas aleatoriamente. Este estudo visa contribuir com o entendimento de como características biológicas das espécies modulam a robustez das redes de interações frente à perda de hábitat. Portanto, os resultados serviriam como base teórica para o planejamento de estratégias de conservação de um serviço ecossistêmico chave como a polinização. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ASTEGIANO, JULIA; SEBASTIAN-GONZALEZ, ESTHER; CASTANHO, CAMILA DE TOLEDO. Unravelling the gender productivity gap in science: a meta-analytical review. ROYAL SOCIETY OPEN SCIENCE, v. 6, n. 6 JUN 2019. Citações Web of Science: 0.
ASTEGIANO, JULIA; ALTERMATT, FLORIAN; MASSOL, FRANCOIS. Disentangling the co-structure of multilayer interaction networks: degree distribution and module composition in two-layer bipartite networks. SCIENTIFIC REPORTS, v. 7, NOV 13 2017. Citações Web of Science: 2.
ASTEGIANO, JULIA; MASSOL, FRANCOIS; VIDAL, MARIANA MORAIS; CHEPTOU, PIERRE-OLIVIER; GUIMARAES, JR., PAULO R. The Robustness of Plant-Pollinator Assemblages: Linking Plant Interaction Patterns and Sensitivity to Pollinator Loss. PLoS One, v. 10, n. 2 FEB 3 2015. Citações Web of Science: 12.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.