Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização das substâncias húmicas aquáticas extraídas do Rio Preto

Processo: 12/06403-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 17 de setembro de 2012
Vigência (Término): 16 de novembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Márcia Cristina Bisinoti
Beneficiário:Amanda Maria Tadini
Supervisor no Exterior: Alessandro Piccolo
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : Università degli Studi di Napoli Frederico II (UNINA), Itália  
Vinculado à bolsa:10/13879-2 - Interação entre substâncias húmicas e íons cromo e proposta de um indicador de matéria orgânica lábil, BP.MS
Assunto(s):Química ambiental   Química supramolecular   Substâncias húmicas

Resumo

A caracterização das substâncias Húmicas Aquáticas (SHA) é uma das bases para a interpretação de seu papel no ambiente. Vários pesquisadores têm focado seu estudo na utilização de novas técnicas para caracterização das SHA. No projeto de mestrado intitulado "Interação entre Substâncias Húmicas e íons Crômio e Proposta de um Indicador de Matéria Orgânica Lábil" extraiu-se SHA das águas do rio Preto, principal corpo aquático da Bacia Hidrográfica do Turvo/Grande, em dois períodos distintos: seco e chuvoso. O grupo do prof. Alessandro Piccolo é referência internacional na caracterização de SHA, bem como por propor a teoria Supramolecular. Neste contexto, este projeto tem como principal objetivo caracterizar as amostras de SHA, obtidas nesta dissertação de mestrado, empregando as técnicas de Espectrofotometria com Transformada de Fourier, Análise Elementar, Ressonância Magnética Nuclear e off-line TMAH-thermochemolysis-GC-MS. Pretende-se ainda realizar estudos que permitam avaliar se a teoria supramolecular se aplica as SHA extraídas do rio Preto. Os resultados gerados neste trabalho serão relevantes para o entendimento dos possíveis grupos funcionais presentes nas estruturas das SHA, bem como lançar a hipótese de uma possível estrutura das SHA para o referido corpo aquático estudado. Deste modo, este projeto contribuirá para gerar resultados praticamente desconhecidos para a região, a respeito das características das Substâncias Húmicas Aquáticas e auxiliar em outros trabalhos desenvolvidos pelo grupo sobre capacidade de complexação com metais e compostos orgânicos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TADINI, A. M.; CONSTANTINO, I. C.; NUZZO, A.; SPACCINI, R.; PICCOLO, A.; MOREIRA, A. B.; BISINOTI, M. C. Characterization of typical aquatic humic substances in areas of sugarcane cultivation in Brazil using tetramethylammonium hydroxide thermochemolysis. Science of The Total Environment, v. 518, p. 201-208, JUN 15 2015. Citações Web of Science: 6.
TADINI, AMANDA MARIA; PANTANO, GLAUCIA; DE TOFFOLI, ANA LUCIA; FONTAINE, BARBARA; SPACCINI, RICCARDO; PICCOLO, ALESSANDRO; MOREIRA, ALTAIR BENEDITO; BISINOTI, MARCIA CRISTINA. Off-line TMAH-GC/MS and NMR characterization of humic substances extracted from river sediments of northwestern Sao Paulo under different soil uses. Science of The Total Environment, v. 506, p. 234-240, FEB 15 2015. Citações Web of Science: 9.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.