Busca avançada
Ano de início
Entree

A lectina macrofágica MNCF: determinação de especificidade fina do reconhecimento de carboidratos

Processo: 98/02825-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Aperfeiçoamento
Vigência (Início): 01 de junho de 1998
Vigência (Término): 30 de abril de 1999
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunoquímica
Pesquisador responsável:Maria Cristina Roque Antunes Barreira
Beneficiário:Emerson Soares Bernardes
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:95/00356-0 - Mediadores do processo inflamatório, AP.TEM
Assunto(s):Açúcar   Lectinas   Quimiotaxia

Resumo

1) síntese das seguintes estruturas osídicas: (a) 1-tio-beta-galactopiranosídeo de tioetila; (b) 1-tio-lactopiranosídeo de tioetila; (c) lactosil-beta-(1,3)-N-acetil-glicopiranosídeo de metila; (d) galactosil beta-(1,3)-N-acetil-glicopiranosídeo de metila; 2) purificação dos compostos sintetizados por cromatografia em coluna de sílica; 3) análise estrutural das citadas preparações por ressonância magnética nuclear de hidrogênio e carbono-13, infravermelho e massa. 4) ensaios biológicos de inibição da atividade quimiotática do MNCF pelos açúcares sintetizados, tendo como referência os açúcares redutores galactose e lactose. (AU)