Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação sazonal da estrutura da comunidade de algas perifíticas no Lago das Ninféias (PEFI, São Paulo)

Processo: 12/09027-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Carla Ferragut
Beneficiário:Vanessa Moraes Camargo
Instituição-sede: Instituto de Botânica. Secretaria do Meio Ambiente (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Biomassa   Diversidade

Resumo

O presente estudo pretende avaliar os atributos estruturais da comunidade de algas perifíticas em reservatório mesotrófico raso, visando identificar os principais fatores ambientais reguladores da variabilidade temporal dos atributos estruturais em substrato natural (Lago das Ninféias, PEFI, São Paulo). Este estudo contribuirá com informações para projeto "Influência da heterogeneidade espacial sobre a estrutura e estado nutricional (N, P) da comunidade perifítica, fitoplanctônica e metafítica no Lago das Ninféias (PEFI, São Paulo)" (FAPESP: 2009/52253-4) recentemente finalizado. A presente proposta contribuirá com a identificação de espécies descritoras, diversidade e riqueza de espécies de algas perifíticas em Eleocharis sp, pois dentre os substratos naturais apenas este gênero ainda não foi estudado. Foram realizadas amostragens da água no interior dos bancos macrófitas aquáticas para determinação das variáveis físicas e químicas em quatro estações do ano, as quais foram concomitantes a amostragem do perifíton. Para entender melhor a variação sazonal da comunidade algal nos bancos de macrófitas aquáticas serão analisadas conjuntamente as variáveis climatológicas (precipitação pluviométrica, temperatura do ar e radiação solar) e as variáveis físicas e químicas da água (transparência, radiação subaquática, temperatura, condutividade elétrica, oxigênio dissolvido, alcalinidade, pH, nutrientes totais e dissolvidos). A estrutura do perifíton será analisada por meio da composição de espécies (análise qualitativa), densidade de espécies, espécies descritoras, índices biológicos (diversidade, dominância, equitabilidade), bem como classificação das algas em grupos funcionais. De modo geral, o estudo poderá contribuir para o entendimento da estrutura da comunidade de algas perifíticas em substrato natural em reservatório tropical raso.