Busca avançada
Ano de início
Entree

Práticas, lugares e consumo do futebol na metrópole de são paulo: um olhar sociossemiótico sobre cultura espor-tiva e sustentabilidade urbana

Processo: 12/10927-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2012
Vigência (Término): 30 de junho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Comunicação
Pesquisador responsável:Ana Claudia Mei Alves de Oliveira
Beneficiário:Paolo Demuru
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:10/52122-4 - Práticas de vida e produção de sentido da metrópole São Paulo: regimes de visibilidade, regimes de interações e regimes de reescritura, AP.TEM
Assunto(s):Estádios   Sustentabilidade   Futebol   Sociossemiótica

Resumo

Eventos esportivos internacionais, tais quais as Copas do Mundo de futebol, trazem desafios e mudanças inevitáveis no que diz respeito à sustentabilidade e à vida das cidades em que têm lugar. De que modo o replanejamento e a reescritura do tecido urbano interferem nas práticas dos sujeitos que o habitam? Como as obras esportivas se inserem no contexto metropolitano? Qual é o seu legado? Quais são as formas de vida e as interações que estes espaços sugerem e proporcionam? Como as diferentes interações entre os usuários os redefinem? Basta simplesmente construir um novo estádio para transformar as periferias em lugares mais vivíveis? Para compreender tais dinâmicas e esboçar - ao menos - respostas sensatas a estas perguntas, os fundamentos e as ferramentas teóricas e metodológicas sociossemióticas tornam-se, atualmente, instrumentos imprescindíveis. Em vista da Copa do Mundo a ser realizada no Brasil em 2014 - e como parte integrante do projeto temático Práticas de vida e Produção de Sentido na Metrópole de São Paulo; regimes de visibilidade, regimes de interações e regimes de reescritura - o presente projeto tem um dúplice objetivo. Por um lado, procurar-se-á desvendar as relações entre a cidade de São Paulo e as práticas e os ambientes do futebol. Partindo do pressuposto de que qualquer ambiente não deve ser entendido como um simples espaço físico, mas como um conjunto dinâmico de relações entre lugares, sujeitos agentes e universos significantes, serão analisados: (i) os estádios antigos (o Morumbi e o Pacaembu) e os estádios atualmente em obras (a Nova Arena do Palmeiras e o assim chamado Itaquerão do Corinthians, onde se disputará a abertura do campeonato): as suas contribuições (ou não contribuições) à realização de uma cidade sustentável, as formas e os estilos de seu consumo e fruição, a vida em seu entorno (em dia de jogo e nos dias sem eventos), as maneiras em que estes interferem com os mapas urbanos (percursos de torcedores e turistas, redefinição da toponomástica da cidade, como é o caso, por exemplo, das estações do metrô); (ii) a prática e os lugares do futebol nas periferias e seu diálogo com a cotidianidade dos bairros em que se inserem (como a prática esportiva redefine o pode redefinir positivamente a vida nestes espaços) (iii) as narrativas e os discursos que tratam da relação entre o esporte e a cidade. Por outro lado, o objeto tratado oferece uma possibilidade de testar e aprimorar, a partir de um ponto de vista propriamente sociossemiótico (cf. Landowski, 1989, 1999, 2004, 2005, 2009, 2010), o arcabouço teórico e metodológico da semiótica greimasiana. Em particular, pretende-se (i) otimizar o percurso gerativo do sentido de Greimas para a observação etnossemiótica das práticas dos lugares, já que, com apenas algumas exceções (Marsciani, 2007), recursos como as relações e os papéis actanciais, o esquema narrativo canônico, os temas e as figuras não foram ainda pensados como instrumentos para uma etnografia dos espaços vividos; (ii) estabelecer e afirmar umamultiplicidade dos pontos de vista (exame etnossemiótico das práticas da cidade em ato; dos diferentes textos e discursos destas e sobre estas) enquanto especificidade do método e do olhar sociossemiótico. Cabe lembrar que todas as análises serão realizadas em diálogo contínuo com a pesquisa coletiva do projeto temático. De fato, o estudo do futebol no contexto da metrópole de São Paulo envolve temas e questões abordadas por outros pesquisadores participantes (consumo, pontos de cultura, narrativas mediáticas), que serão aqui tomadas como diretrizes. Portanto, este projeto nada mais é do que uma peça de um desenho mais amplo que contempla o estudo global da metrópole paulista, a cuja realização pretende contribuir.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)