Busca avançada
Ano de início
Entree

Qualidade da assistência: a perspectiva de médicos de família e reumatologistas a cerca do processo de referência e contra-referência na assistência reumatológica da cidade de São Carlos. Estudo piloto.

Processo: 12/05038-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Mirhelen Mendes de Abreu
Beneficiário:Thiago Dias Baumgratz
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Reumatologia

Resumo

ResumoContexto: A deficiência do processo de referência e contra-referência do sistema de saúde tem sido apontada como um dos fatores de duplicação de serviço, provocando uma subutilização dos atendimentos especializados.Objetivo. Avaliar a conduta dos médicos de família em casos de doenças reumatológicas. Identificar barreiras no referenciamento e contra-referenciamento.Metodologia: Estudo transversal, com médicos de família e reumatologistas da cidade de São Carlos, São Paulo, Brasil. As etapas metodológicas deste projeto são: (1) desenvolvimento e elaboração de cenários clínicos que abordem intercorrências clínicas em diferentes níveis de gravidade; (2) aplicação dos cenários na população de médicos de família e de especialistas (3) validação dos cenários do estudo. Os mesmos cenários são apresentados aos dois grupos, que deverão apontar o seu ponto de vista para o manejo das condições clínicas apresentadas. Por fim, questões abertas que abordem potenciais fatores que levem à barreiras do processo de referência e contra-referência serão aplicados. Resultados esperados: Os cenários construídos podem auxiliar a identificar potenciais barreiras para a efetividade do processo de referência e contra-referência. Potenciais ganhos do estudo: Possibilitar o desenvolvimento de novos estudos para compreender as barreiras e potências da comunicação entre os níveis de atenção, contribuindo com a efetividade da estratégia de referência e contra-referência. Palavras-chave: qualidade da assistência; assistência reumatológica; referência e contra-referência; comunicação; avaliação tecnológica em saúde.