Busca avançada
Ano de início
Entree

Elaboração e Validação de um questionário para avaliar a qualidade de vida relacionada à saúde de pacientes com incapacidade visual: versões self e proxy

Processo: 12/07073-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2012
Vigência (Término): 30 de junho de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Paulo Schor
Beneficiário:Andressa Martins Giorjao
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Oftalmologia   Qualidade de vida

Resumo

Existem várias ferramentas para avaliação da qualidade de vida de pacientes com distúrbios visuais. Algumas são direcionadas aos sintomas maisespecíficos, como baixa de visão , outros para doenças que cursam com deficiência de cor/movimento, e vários que se referem às alterações de visão central (borramento). Por se tratarem de manifestações polimórficas e respostas subjetivas, são recolhidas informações que carecem de consistência em longo prazo, como estudos em que os pacientes se dizem satisfeitos apósmeses de intervenção oftalmológica e insatisfeitos após não, mesmo não havendo modificação estrutural do sistema óptico.Tal fato levou à necessidade de desenvolvimento de uma ferramenta específica, que não dependesse totalmente da avaliação subjetiva do paciente, mas sim fosse auxiliada pela percepção de mudanças de atitude do paciente pelo seu cuidador ou familiar (proxy).Devemos elaborar e testar as propriedade psicométricas desse novo instrumento específico, para avaliar o impacto da deficiência visual na qualidade de vida dos pacientes nas versões self e proxy. Hipótese:Com a preocupação de mensurar o bem estar após intervenções terapêuticas, torna-se fundamental definir termos como estado de saúde percebido(perceived health-status), qualidade de vida (quality of life - QoL) e qualidade de vida relacionada à saúde (health-related quality of life ¿ HRQL)Objetivo Primário: Elaborar e testar as propriedades psicométricas de um instrumento para avaliação da qualidade de vida relacionada à saúde de pacientes com deficiência visual: versões self e proxyObjetivo Secundário:Elaborar as versões self e proxy de um instrumento para avaliação da qualidade de vida relacionada à saúde de pacientes com deficiência visualAvaliar a validade de face e conteúdo das duas versões por meio de um comitê de juízes. Avaliar a validade de constructo convergente e divergentee a dimensionalidade das duas versões do instrumento Avaliar a confiabilidade das duas versões do instrumento segundo a consistência interna dositens Avaliar a reprodutibilidade (estabilidade) das duas versões do instrumento Avaliar a sensibilidade das duas versões do instrumento Avaliar aresponsividade das duas versões do instrumento Avaliar a presença de efeitos ceiling e floor nas duas versões do instrumentoDesfecho Primário:Os dados foram processados e analisados no programa Statistical Package for the Social Sciencies (SPSS) versão 18.0. Serão realizadas análisesdescritivas para todas as variáveis sócio-demográficas e clínicas. As variáveis escalares serão analisadas considerando as medidas de tendênciacentral e de dispersão. Testes de correlação de Pearson ou de Spearman serão usados a depender da distribuição observada nos valores obtidospelos instrumentos. Estes testes avaliarão as correlações entre as medidas qualidade de vida provenientes do novo instrumento e de constructossimilares (domínios do SF-36; Sub-escalas do NEI-VFQ-25 medida da HADS-D). Análise do componente principal será conduzida para analisar adimensionalidade do novo instrumento. A confiabilidade da versão final em português do DASS pela consistência interna de seus itens seráanalisada pelo alfa de Cronbach. Para esta análise da equivalência das duas versões do novo instrumento serão calculados coeficientes decorrelação intraclasse (CCI). Teste t de Student para amostras dependentes, ou teste de Mann-Whitney, serão realizados para comparar,respectivamente, as médias ou as medianas do escore bruto do instrumento entre os pacientes e proxies ao longo do seguimento. Teste t deStudent para amostras independentes será realizado para compara as medidas entre grupos distintos de pacientes (diferentes condições visuais). Onível de significância adotado para os testes de hipóteses da validade de constructo será de 0,05.