Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da relação entre vitaminas e doenças crônicas: efeito da Vitamina D na fibrose hepática e hepatocarcinogênese em ratos

Processo: 12/12241-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de julho de 2012
Vigência (Término): 31 de julho de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Bioquímica da Nutrição
Pesquisador responsável:Carlos Eduardo Andrade Chagas
Beneficiário:Lígia Moriguchi Watanabe
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/03628-8 - Estudo da relação entre vitaminas e doenças crônicas: efeito da vitamina D na fibrose hepática e hepatocarcinogênese em ratos, AP.R
Assunto(s):Vitamina D   Transformação celular neoplásica   Nutrição experimental

Resumo

O câncer é considerado um importante problema de saúde pública. Estima-se que até 2020 ocorrerá aumento de 50% na incidência de cânceres, sendo que 1/3 poderá ser prevenido e 1/3 curável, desde que instituídas medidas para a população quanto à mudança de seus hábitos. O carcinoma hepatocelular (HCC, do inglês hepatocellular carcinoma) é o câncer hepático mais comum e o terceiro em mortalidade no mundo. Do ponto de vista fisiopatológico, as doenças hepáticas crônicas iniciam-se com processo inflamatório, fibrose e evolui para cirrose, condição de risco para HCC. Existem modelos experimentais para o estudo da fibrose induzidos por agentes hepatotóxicos, sendo os 2 dos mais comuns tetracloreto de carbono (CCl4) e dietinitrosamina (DEN). Sugerem-se que a identificação de substâncias capazes de reduzir as características do processo inflamatório pode ser importante para se reduzir a incidência de HCC. Com os avanços das metodologias moleculares, observou-se que diversas células têm a capacidade de sintetizar e/ou serem estimuladas pela vitamina D (VD). Com isso, existe interesse em associar a deficiência de VD ao desenvolvimento de outras doenças como o câncer. Considerando que o papel do fígado metabolismo da VD, distúrbios hepáticos podem alterar a metabolização da VD e, aumentar o risco de desenvolvimento de alterações metabólicas associadas à deficiência de VD como o câncer. Portando, o projeto será conduzido para avaliar, de forma ainda não descrita na literatura, o efeito da suplementação com VD na fibrose/hepatocarcinogênese induzida por DEN e CCl4 em ratos.