Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da maturação biológica sobre o custo energético, potência aeróbia, máximo déficit acumulado de oxigênio e performance de nadadores

Processo: 11/16897-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2012
Vigência (Término): 31 de julho de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Marcelo Papoti
Beneficiário:Maria de Souza Silva
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Eficiência   Natação   Fisiologia do exercício

Resumo

RESUMOOs objetivos do presente estudo serão para investigar os efeitos da maturação biológica sobre o custo energético (CE), potência aeróbia máxima (VO2max), máximo déficit acumulado de oxigênio (MAODRED) e performances de nadadores. Participarão do estudo 50 nadadores de nível estadual e nacional pertencentes às categorias petiz, infantil, juvenil, júnior e sênior que após determinação da idade biológica (determinada por meio da auto-avaliação das características sexuais secundárias segundo os critérios estabelecidos por Tanner),serão avaliados durante quatro dias separados por intervalo de 24 horas entre as avaliações. Os nadadores realizarão um único esforço máximo de 400 metros para determinação do CE, VO2máx, MAODRED, por meio da técnica de retroextrapolação da curva do consumo de oxigênio. Antes e após o esforço máximo, irão respirar na máscara do analisador de gases VO2000 (MedGraphics) durante cinco minutos. Os valores metabólicos de consumo de oxigênio (VO2) serão determinados por uma unidade metabólica durante os primeiros 20 segundos de recuperação no final do esforço máximo e o MAODRED será determinado como a soma das contribuições energéticas dos metabolismos anaeróbios alático (CeALA) e lático (CeLAT), nos 5 minutos de recuperação após o esforço máximo; o CE será determinada pela diferença entre a medida do VO2máx e o VO2 de repouso, onde será determinado o custo energético do metabolismo aeróbio (CeAER), a contribuição energética do metabolismo anaeróbio alático corresponderá ao componente rápido do consumo excessivo de oxigênio após o exercício (EPOCRAP). O EPOCRAP será estimado por meio do ajuste biexponencial (OriginLab Corporation, Microcal, Massachusets, USA) da relação entre o VO2 e o tempo de recuperação. O CeLAT será estimada pela diferença entre a concentração de lactato pico ([Lac]PICO) mensurada após o exercício e o mensurado em repouso. Assim o custo energético total (CEtotal) será determinado a partir da soma entre CeAER, CeALA e a CeLAT pela seguinte equação: CEtotal= CeAER + CeALA + CeLAT. Para determinação de performances, os nadadores realizarão esforços máximos de 100, 200 e 400m nado crawl, onde serão determinados as velocidades (V) de 100m (P100), 200m (P200) e 400m (P400). Para cada esforço serão determinados o comprimento (CB), freqüência (fB) e índice de braçada (IB). Os valores de MAODRED, CE, VO2máx, P400, P200, P100, CB, fB e IB entre as idades biológicas e gronológicas serão comparados com o teste de analise de variância (One-Way) e quando necessário, Post-hoc de Newman Keuls. O teste de correlação de Pearson será utilizado na verificação das possíveis associações dos parâmetros fisiológicos, mecânicos e de performance em todas as categorias. Em todos os casos o nível de significância será pré-fixado para P<0,05.Palavras chave: Natação, Maturação biológica, Máximo défict acumulado de oxigênio,Consumo máximo de oxigênio, Performance.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SILVA, Maria de Souza. Efeitos da maturação biológica sobre o custo energético, potência aeróbia, máximo déficit acumulado de oxigênio e performances de nadadores. 2013. 108 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociências (Campus de Rio Claro)..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.