Busca avançada
Ano de início
Entree

Imunologia das interações materno-fetais no diabetes e hiperglicemia leve

Processo: 11/23671-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2012
Vigência (Término): 30 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Iracema de Mattos Paranhos Calderon
Beneficiário:Danny Laura Gomes Fagundes
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Colostro   Citocinas   Fagócitos   Sistema imune

Resumo

Dentre as complicações decorrentes do diabetes, a redução na resposta imune tem sido apontada como um fator relevante e contribui para o aumento de infecções nestes pacientes, podendo levar a processos inflamatórios crônicos. A inflamação é regulada localmente e sistêmica por vários sinais bioquímicos. Um dos mais importantes mediadores desses sinais é uma classe de moléculas chamadas citocinas. Elas podem ser geralmente classificadas como pró ou anti-inflamatórias, e permitem que o organismo responda rapidamente a um desafio imunológico através da coordenação de uma resposta imune adequada. No diabetes há controvérsias em relação ao equilíbrio entre citocinas pró-inflamatórias e anti-inflamatórias. Alguns autores relatam que há desvio para produção de citocinas pró-inflamatórias, enquanto outros relatam aumento de ambas citocinas. Na literatura não foram encontrados dados sobre o perfil de citocinas no sangue materno, no sangue de cordão e no colostro de mães diabéticas. É possível que os padrões imunológicos associados a alterações no metabolismo de glicose materno possam influenciar, via sangue e colostro, o desenvolvimento do sistema imunológico recém-nascido, e contribuir desta forma para maior susceptibilidade às infecções, observados em crianças de mães diabéticas. Assim o objetivo do presente trabalho será avaliar a imunofenotipagem de leucócitos e os perfis de respostas Th1, Th2, Th3 e Th17 no sangue materno, no sangue de cordão umbilical e no colostro de mães diabéticas, e verificar a modulação de citocinas sobre a atividade funcional de fagócitos do sangue e do colostro humano.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FAGUNDES, DANNY L. G.; FRANCA, EDUARDO L.; GONZATTI, MICHELANGELO B.; RUGDE, MARILZA V. C.; CALDERON, IRACEMA M. P.; HONORIO-FRANCA, ADENILDA C. The modulatory role of cytokines IL-4 and IL-17 in the functional activity of phagocytes in diabetic pregnant women. APMIS, v. 126, n. 1, p. 56-64, JAN 2018. Citações Web of Science: 3.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
FAGUNDES, Danny Laura Gomes. Imunologia das interações materno-fetais no diabete e na hiperglicemia gestacional leve. 2014. 83 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Medicina..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.