Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da instabilidade de microssatélite e potenciais genes alvos em GISTs

Processo: 12/01732-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2012
Vigência (Término): 31 de março de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Rui Manuel Vieira Reis
Beneficiário:Nathália Cristina Campanella
Instituição-sede: Hospital do Câncer de Barretos. Fundação Pio XII (FP). Barretos , SP, Brasil

Resumo

Os GISTs são os tumores mesenquimais do trato gastrointestinal mais comuns. A maioria destes tumores apresentam mutações que ativam os oncogenes KIT e PDGFRA, que codificam receptores de tirosina quinase, induzindo assim uma ativação constitutiva das suas funções e consequente desenvolvimento tumoral. No entanto, outros mecanismos são cruciais para a patogênese de GIST, torna-se fundamental elucidar essas vias para uma compreensão e tratamento adequado destes tumores. A instabilidade de microssatélite (MSI), é um tipo de instabilidade genética, que tem sido encontrada em vários tipos tumorais, como câncer coloretal, endométrio, entre outros, e que desempenha um papel central na sua carcinogênese. A MSI ocorre em regiões de repetição do DNA genômico (microssatélites) devido à inativação de genes responsáveis pelo mecanismo de reparo do DNA. Esta pode ocorrer em regiões codificantes do DNA que quando mutadas são responsáveis pela evolução tumoral. Em GISTs a presença de MSI é praticamente desconhecida. Neste sentido, o nosso projeto tem como objetivo avaliar a presença e frequência de MSI numa população de 140 GISTs. Nos casos com MSI, iremos estudar a expressão das proteínas de reparo (MLH1, MSH2, PMS2 e MSH-6) por imunohistoquímica, estudar a metilação do gene MLH1, e avaliar a presença de mutações nos principais genes alvo. Por fim iremos correlacionar a presença de MSI e as alterações moleculares com os dados clínico-patológicos dos GISTs. Com este trabalho pretendemos contribuir para a identificação de novas vias carcinogênicas que poderão contribuir para o desenvolvimento de novas ferramentas de prognóstico e terapêutica em GISTs.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CAMPANELLA, NATHALIA C.; BERARDINELLI, GUSTAVO N.; SCAPULATEMPO-NETO, CRISTOVAM; VIANA, DANILO; PALMERO, EDENIR I.; PEREIRA, RUI; REIS, RUI M. Optimization of a pentaplex panel for MSI analysis without control DNA in a Brazilian population: correlation with ancestry markers. European Journal of Human Genetics, v. 22, n. 7, p. 875-880, JUL 2014. Citações Web of Science: 14.
CAMPANELLA, NATHALIA C.; DE OLIVEIRA, ANTONIO T.; SCAPULATEMPO-NETO, CRISTOVAM; GUIMARAES, DENISE P.; REIS, RUI M. Biomarkers and Novel Therapeutic Targets in Gastrointestinal Stromal Tumors (GISTs). Recent Patents on Anti-Cancer Drug Discovery, v. 8, n. 3, p. 288-297, SEP 2013. Citações Web of Science: 6.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.