Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do ligante de receptor beta de hormônio tireoideano, TRIAC, nanoencapsulado ou não, na pele integra e atrofiada, em modelo experimental

Processo: 12/03984-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2012
Vigência (Término): 31 de julho de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Carla Maria Ramos Germano
Beneficiário:Jéssica Freitas Planello
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Endocrinologia   Glucocorticoides

Resumo

Os hormônios tireoideanos atuam em todos os órgãos e vias metabólicas do organismo humano. Exercem suas funções por meio da ligação com os receptores TR-± e TR-². Os hormônios T3 e TRIAC, que possuem maior afinidade pelo TR-² que o T4, parecem estimular a proliferação epidérmica, o espessamento dérmico e o crescimento de pelos, quando utilizados topicamente. Nesse contexto, ligantes naturais e sintéticos do TR-² surgem como uma nova e promissora estratégia dermofarmacológica, para reversão da atrofia cutânea. No presente projeto, propomos o estudo dos efeitos do hormônio TRIAC na pele íntegra e na pele atrofiada de ratos Wistar. Nossa hipótese de pesquisa contempla as possíveis diferenças na ação deste ligante em função de diferenças na TR-² seletividade e aquelas decorrentes da nanoencapsulação. Para comprovar esta hipótese, os animais receberão aplicação tópica do ligante em pele íntegra e após o desenvolvimento de atrofia cutânea induzida pelo glicocorticóide propionato de clobetasol. A análise dos resultados será feita através de análise histológica e os parâmetros histológicos a serem estudados são: avaliação geral do processo de reparo tecidual e densidade do colágeno tipo I, tipo III e total. Os resultados serão apresentados como média ± EPM. Serão feitas análises de variância entre os grupos, seguidas pelo teste de Newman-Keuls ou pelo teste t, conforme o número de grupos de variáveis. O nível de significância adotado será de 5%.