Busca avançada
Ano de início
Entree

Estrutura de metacomunidades na ictiofauna de riachos da Bacia do Alto Paranapanema

Processo: 12/09346-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2012
Vigência (Término): 31 de julho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Mauricio Cetra
Beneficiário:Rodrigo da Silva Almeida
Instituição-sede: Centro de Ciências e Tecnologias para a Sustentabilidade (CCTS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Sorocaba , SP, Brasil
Assunto(s):Ecologia de comunidades

Resumo

Bacias hidrográficas podem ser consideradas corredores ecológicos caracterizando paisagens dentríticas organizadas de forma hierárquica para os organismos. Baseado nisto assumiu-se que os movimentos da ictiofauna nestes sistemas seria maior no canal principal e menos intenso em direção às cabeceiras. No canal principal os movimentos podem ocorrer de forma lateral, de um lado ao outro, e vertical, entre os ramos. Estes padrões iriam gerar comunidades espacialmente distintas conectadas pela dispersão. O conceito de metacomunidades integra paradigmas que se enquadram nas características de sistemas fluviais, nos quais as comunidades de cabeceira são influenciadas por processos locais e as do canal principal por efeitos locais e regionais. Este estudo será realizado em riachos que drenam para a micro-bacia do rio Pinhal, pertencente à bacia do Alto Paranapanema, sudeste do Brasil. As passagens de pesca elétrica e a caracterização da estrutura ambiental serão realizadas em trechos de riachos de 70 m equidistantes aproximadamente 2 km. Resultados parciais, obtidos no rio Claro (Pilar do Sul-SP) demonstraram a presença de comunidades distintas na região de cabeceiras e na jusante, quanto à composição, diversidade e riqueza de espécies (pd0.05). Dentre as variáveis estruturais, o mesmo padrão foi encontrado para a composição do substrato. Verificamos a necessidade de aumentar o número de coletas em outros riachos da mesma micro-bacia para verificar se o mesmo padrão de metacomunidades é encontrado nesta escala.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ALMEIDA, RODRIGO S.; CETRA, MAURICIO. Longitudinal gradient effects on the stream fish metacommunity. NATUREZA & CONSERVAÇÃO, v. 14, n. 2, p. 112-119, JUL-DEC 2016. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.