Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de produtos oriundos de cúrcuma longa para uso alimentício, farmacêutico e cosméticos

Processo: 12/12812-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de julho de 2012
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2013
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Ademar Menezes Júnior
Beneficiário:Ana Paula de Oliveira
Vinculado ao auxílio:11/51559-2 - Desenvolvimento de produtos oriundos de cúrcuma longa, para uso alimentício, farmacêutico e cosméticos, AP.PIPE
Assunto(s):Extratos (formas farmacêuticas)   Curcuma   Curcumina   Quercetina

Resumo

Curcuma longa L. é um arbusto perene, nativo do sul e sudoeste asiático e extensivamente cultivado na Índia, também na China, Taiwan, Japão, Burma, Indonésia, e no continente Africano. Seus rizomas são bastante utilizados principalmente devido à presença de curcuminóides, uma classe de pigmentos amarelos composta pela curcumina, demetoxicurcumina e bisdemetoxicurcumina. Além de ser bastante empregada como especiaria, conservante e corante alimentícios, possui ainda diversas aplicações na medicina tradicional, sendo utilizada no tratamento de desordens biliares, anorexia, tosse, diabetes, feridas e problemas hepáticos, possui ainda ação antioxidante, atividade anti-inflamatória, imunomoduladora e preventiva de tumor. Embora atualmente a principal utilização de cúrcuma seja por indústrias alimentícias, existe um interesse pelos compostos da planta para aplicação nas indústrias farmacêuticas e cosméticas. Atualmente apenas os rizomas possuem valor comercial, entretanto há 5 anos vem sendo desenvolvida, em escala experimental, uma produção piloto de folhas de Curcuma longa para a produção de um extrato contendo flavonoides, especialmente a quercetina, de grande interesse de uma empresa francesa de insumos cosmecêuticos. Esse extrato já se encontra em estudo clínico, sendo realizado paralelamente na França e Brasil. Entretanto a produção desse vegetal para atender à demanda precisa de estudos que viabilizem sua produção, mantendo-se produtividades adequadas. O presente projeto visa a determinação de condições de cultivo orgânico de Curcuma longa e posterior determinação das metodologias de extração dos princípios ativos alvo, nos rizomas (curcumina, demetoxicurcumina e bisdemetoxicurcumina, óleo resina), nas folhas (flavonoides totais e quercetina, óleo essencial). Numa área de 0,5 ha serão realizadas experimentações agronômicas visando definir as condições agronômicas adequadas para garantir a produtividade de Curcuma longa sob cultivo orgânico. Para a geração dos extratos ricos em princípios ativos quer de rizomas ou de folhas, serão testados a eficiência da técnica de extração com fluido supercrítico comparado às metodologias tradicionais. Com as pesquisas espera-se a obtenção de produtos oriundos de Curcuma longa com certificação orgânica e padronizados para a utilização em indústrias alimentícias, farmacêuticas e cosméticas. O desenvolvimento de produtos padronizados de Curcuma longa possibilitará o fornecimento destes de forma mais facilitada, pois a exportação do material vegetal, mesmo na forma desidratada acarreta grandes volumes e maiores custos. Além disso, produtos derivados de plantas de forma padronizada garantirão às indústrias farmacêutica e cosmética o uso destes com maior qualidade, segurança e eficácia nos produtos contendo ativos vegetais. Considerando-se o interesse de indústrias europeias, principalmente duas delas, pelos produtos a serem desenvolvidos, acredita-se que os produtos gerados poderão fazer parte do rol de produtos que estão sendo produzidos para grandes empresas do setor fitofarmacêutico e principalmente cosmético. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)