Busca avançada
Ano de início
Entree

Síntese e Avaliação do Uso de Biomarcadores do Tipo Peptídeo Radiomarcado e Conjugado a Nanocristais Quantum-dots. Relevância para o Estudo de Doenças Tumorigênicas.

Processo: 12/13262-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de agosto de 2012
Vigência (Término): 31 de julho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Pesquisador responsável:Luciana Malavolta Quaglio
Beneficiário:Danielle Vieira Sobral
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP). Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho. São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:10/20197-5 - Desenvolvimento de biomarcadores para placas amiloidais: relevância para o estudo da Doença de Alzheimer, AP.JP
Assunto(s):Biomarcadores   Nanopartículas   Peptídeos

Resumo

Resumo: O diagnóstico e tratamento de doenças a nível celular estão aumentando devido à capacidade de distribuição de sondas analíticas e agentes terapêuticos para células específicas e compartimentos celulares. Distribuição de imagem e agentes terapêuticos para o cérebro é muito importante para o diagnóstico e terapia de muitas doenças cerebrais tais como tumores cerebrais. Entretanto, a distribuição desses agentes para o cérebro é freqüentemente restringida pela barreira hematoencefálica. Um método para enganar a barreira celular é a utilização de nanopartículas complexadas a uma biomolécula. Este método tem sido usado com sucesso para internalizar várias substâncias tais como proteínas e peptídeos. Quantum dots (QDs) é uma nova geração de sondas fluorescentes com muitas propriedades ópticas únicas e vantajosas na pesquisa biológica, principalmente para marcação celular. Um alvo específico pode ser alcançado pela incorporação de moléculas alvo para a superfície dos QDs. Peptídeos são ligantes adequados, uma vez que podem ser ancorados na superfície de um QD e tais conjugados podem exibir forte afinidade de ligação ao receptor e desejável eficiência de marcação devido ao efeito de polivalência. Assim, o processo de imunolocalização de células tumorigênicas do SNC utilizando tanto nanocristais quanto a radiomarcação, pode atuar efetivamente em diagnóstico de câncer e comportamento tumoral, ou seja, motilidade celular, propriedades invasivas e potencial de metástases, além de descrever a tumorigenicidade dos glioblastomas, através de indicadores terapêuticos de malignidade tumoral.